21 de abr de 2009

Fecomercio promove debate sobre papel e situação dos BRICs na crise mundial

Evento, liderado pelo economista Mário Marconini, contará com as presenças de empresários e presidentes de câmaras comerciais

O novo momento econômico e político mundial motivado pela crise pode fortalecer o grupo de países que integram o chamado BRICs, Brasil, Rússia, Índia e China, considerados por especialistas peças-chave dessa nova ordem. Este cenário será debatido no evento “Os BRICs em tempo de crise: articulações e reordenamento”, promovido pela Fecomercio, no próximo dia 23, em São Paulo...

O evento será conduzido pelo presidente de Relações Internacionais da Fecomercio, Mário Marconini, mestre em Direito e Diplomacia pela Fletcher School of Law and Diplomacy em Harvard e mestre em Economia pelo Instituto Superior de Estudos Internacionais da Universidade de Genebra.

Também estarão presentes empresários que mantêm negócios com os mercados que integram os BRICs. Entre eles, Marco Stefanini, CEO da Stefanini IT Solution, Charles Tang, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Christian Lobauer, presidente executivo da Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos, Gilberto Ramos, presidente da Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo, Ricardo Carvalho, sócio do Global Chinese Services Group da Deloitte no Brasil.

Expansão chinesa

Segundo o relatório "Global Economic Outlook", do Banco Mundial, entre os países emergentes, a China deverá registrar o melhor desempenho, ainda que este tenha ficado distante da estimativa anterior feita pelo banco. A análise aponta uma expansão chinesa de 6,5% para este ano e de 7,5% para 2010. A projeção de dezembro passado era de 7,5% em 2009 e 8,5% em 2010.

As outras nações que constituem o bloco terão, de acordo com o Banco Mundial, atuações contrastantes. A instituição revisou para baixo as perspectivas de crescimento da economia brasileira e prevê que o país avance 0,5% em 2009, mas conseguirá se recuperar em 2010, crescendo 2,3%.

A previsão de desenvolvimento da economia da Índia é de 3,7% para 2009 e de 6,2% para o ano que vem. No caso da Rússia, o relatório projeta uma retração de 4,5% neste ano. A avaliação para 2010 é de que o país tenha crescimento próximo de zero.

Programação

9h – Os BRICs e a nova conjuntura
9h15 – O reordenamento do mundo financeiro: o lugar dos BRICs
9h45 – Índia: o mercado doméstico é suficiente?
10h – Competindo com a Índia: luz no final do túnel?
10h25 – Perguntas e respostas

10h35 – Coffee break

10h55 – Rússia: o que fazer sem o petróleo?
11h15 – Exportando para a Rússia: o poder da negociação
11h35 – Perguntas e respostas
11h45 – China – a salvadora do mundo?
12h – Investindo na China: lições para a crise
12h25 – Perguntas e respostas
12h35 – Considerações finais

Serviço:
Evento: "Os BRICs em tempo de crise: articulações e reordenamento"
Data: 23 de abril, quinta-feira
Horário: 9h às 13h30
Local: Fecomercio
Endereço: Rua Dr. Plínio Barreto, 285, 3º andar, Bela Vista, São Paulo

Sobre a Fecomercio
A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio ) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Representa 151 sindicatos patronais, que abrangem cerca de 600 mil empresas, um universo que corresponde a 10% do PIB brasileiro e gera em torno de cinco milhões de empregos.

Fonte: Fecomercio


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa