23 de abr de 2009

ABIT apresenta o Texbrasil para empresas do nordeste

A ABIT, através do Programa Texbrasil, desenvolvido em parceria com a Apex-Brasil, foi a João Pessoa (PB), no dia 6 de abril, e Natal (RN), dia 8, apresentar informações do Programa para os empresários do setor e analisar as necessidades dos diversos perfis de empresas têxteis e de confecção de cada região...

Em João Pessoa participaram 28 representantes de empresas, associações, sindicatos e demais entidades, que se reuniram no Sebrae local. “O Texbrasil é uma importante ferramenta para o desenvolvimento das exportações das empresas no nordeste que têm muito o que mostrar e precisam de auxílio para colocar no espaço internacional a marca brasileira”, afirmou Francisca Vieira, da empresa Francisca Vieira Algodão Colorido e presidente da Associação Paraibana da Indústria do Vestuário (AIVEST).

Já em Natal foram 19 os participantes, também no Sebrae. O diretor executivo do Programa Texbrasil, Rafael Cervone Netto, foi quem coordenou e dirigiu a apresentação dos projetos que visam expandir e aumentar o comércio e a qualidade dos produtos daquela região no mercado internacional. “Visamos alinhar as demandas e padronizar as ações do Programa, encontrando o equilíbrio no direcionamento do projeto, atendendo à ampla gama social, geográfica, ambiental e econômica dos estados brasileiros”, comentou Cervone.




Read more!

Fabricantes brasileiros de máquinas buscam conhecimento na Europa

A Abrameq está trabalhando há cinco anos em parceria com a Abicalçados na busca de medidas que reduzam os riscos de acidentes na indústria calçadista, com a participação da Superintendência Regional do Trabalho/RS. Um passo importante será desenvolvido de 13 a 23 de abril, quando acontecerá uma missão técnica de representantes das indústrias brasileiras na Europa. Em uma ação com o apoio da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial – ABDI, dois representantes da Abrameq, um da Abicalçados e três técnicos de empresas fabricantes de máquinas conhecerão três centros tecnológicos europeus especializados em segurança em máquinas, além de visitarem a Feira de Hannover, o mais importante evento mundial para o setor de bens de capital. A missão de intercâmbio permitirá a identificação dos pontos de convergência entre normatização e práticas de segurança em máquinas na Europa e Brasil, as oportunidades de melhoria decorrente dessa comparação e a elaboração de um documento que servirá de referencial para adequação, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, da sua atuação na fiscalização. Com o conhecimento adquirido na Europa, o documento harmonizará os conceitos de segurança adotados no Brasil e no continente europeu. Esta atividade integra o "Programa de inserção internacional das pequenas e médias empresas brasileiras", que está sendo desenvolvido pela ABDI, em parceria com a Comunidade Europeia.





Read more!

Setor turístico faz megapromoções para driblar crise

Para driblar a queda no número de brasileiros que planejam viajar para o exterior, as operadoras de turismo estão apostando em uma combinação de descontos agressivos, flexibilidade no pagamento e mimos para os clientes.

Segundo Leonel Rossi, diretor da área internacional da Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagens), no primeiro bimestre houve queda de 30% nas vendas de pacotes internacionais. Para Rossi, o principal efeito da crise é a queda de preço e as promoções devem aumentar em abril. "O preço tem caído bastante por conta da crise. Quando a aeronave decola, você não recupera o assento do avião vazio, e o mesmo vale para o quarto de hotel."..

A CVC afirma que fechará o ano com alta de 15% nas vendas, impulsionadas principalmente pelo turismo doméstico. As vendas de pacotes internacionais caíram cerca de 15% no primeiro bimestre por conta da alta do dólar. Na semana passada, a empresa fez uma promoção de vendas de pacotes domésticos com pagamento em dez vezes, entrada de R$ 1 e desconto de 50% em passagens da TAM. Segundo Valter Patriani, presidente da operadora CVC, a meta era vender 45 mil pacotes, mas foram comercializados mais de 90 mil.

A operadora planeja fazer uma promoção similar para pacotes internacionais em abril. "Vamos ter um megafeirão de viagens para o exterior. Vamos focar mais nas rotas da TAM, parcelando em dez vezes, com R$ 1 de entrada. No atual momento do mercado, o consumidor não quer o preço normal, ele quer comprar promoção", afirmou Patriani.

Segundo dados do Banco Central, os gastos de turistas brasileiros no exterior caíram 24% em janeiro na comparação com igual mês do ano passado e somaram US$ 743 milhões. Os estrangeiros que visitam o Brasil também estão gastando menos. Em janeiro, houve queda de 17% em relação a igual mês do ano anterior, com um total de US$ 492 milhões.

Criatividade

Rossi destaca que países como os Estados Unidos, onde os efeitos da crise econômica são mais agudos, têm se esforçado mais para atrair os turistas. "A Disney está oferecendo promoções do tipo "pague quatro noites e leve sete". Já há hotéis de luxo em Nova York oferecendo três diárias pelo preço de duas."

Simone Caladrin, gerente de vendas da Agaxtur, diz que aumentou a procura por destinos como Buenos Aires, Santiago e Montevidéu. A operadora fez uma parceria com a Gol em que o segundo passageiro tem o bilhete grátis -só paga a taxa de embarque.

Mesmo quem costuma contar com público cativo anda lançando mão da criatividade para aumentar a demanda. A Tia Augusta Turismo, operadora com tradição em viagens para adolescentes nos Estados Unidos, lançou uma promoção para meninas que completam 15 anos com viagens à Disney.

O prazo de pagamento foi alongado para 15 vezes sem juros em um cartão de crédito específico, e elas têm direito a mimos de acordo com a preferência dessa faixa etária, sem custo adicional.

"Fizemos pesquisas para ver o que agradaria. Elas ganham camisetas, mochila, festa de aniversário, os pais podem acompanhar a viagem on-line e ainda têm direito a um paparazzo, pois elas gostam da vida de celebridade", explica Yara de Paula, gerente de vendas.

Segundo ela, nesse segmento, a concorrência entre as operadoras é grande e os mimos a mais fazem a diferença.



Read more!

FCE COSMETIQUE
















Read more!

Indústrias gráfica e de embalagem se reúnem em março de 2010, em SP

Evento deve atrair mais de 900 expositores, de 26 países, em 60 mil metros quadrados de área de exposição

Organizada e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a 2ª SEMANA INTERNACIONAL DA EMBALAGEM, IMPRESSÃO E LOGÍSTICA, marcada para o período de 8 a 12 março de 2010, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, irá reunir cinco importantes eventos da cadeia das indústrias gráfica e de embalagem: 7ª BRASILPACK (Feira Internacional da Embalagem), 20ª FIEPAG (Feira Internacional do Papel e Indústria Gráfica), 3ª FLEXO LATINO AMÉRICA (Feira Internacional da Flexografia), 6º SALÃO EMBALA INOVAÇÃO e 2ª BRASIL SCREEN & DIGITAL SHOW (Feira Internacional de Serigrafia e Impressão Digital)...

Juntos, os eventos formam o mais completo evento do setor no Hemisfério Sul, atraindo centenas de expositores e visitantes / compradores de vários países e ocupando os 60 mil metros quadrados de exposição. Segundo Evaristo Nascimento, Diretor de Feiras da Reed Exhibitions Alcantara Machado, a expectativa é reunir na SEMANA mais de 900 expositores, de 26 países, e receber, aproximadamente, 45 mil visitantes, de 30 países.

"Criamos a SEMANA INTERNACIONAL DA EMBALAGEM, IMPRESSÃO E LOGÍSTICA com o objetivo de constituir um evento com as principais cadeias produtivas desses setores e, ao mesmo tempo, realinhar sua data ao calendário internacional de grandes eventos do ramo", explica Evaristo Nascimento. "Com a sinergia entre os eventos, temos mais forças para atrair e conquistar novos compradores, assegurando aos expositores novas alte rnativas de crescimento", acrescenta.

Direcionadas a empresários, compradores, comerciantes, profissionais do setor e estudantes, as Feiras têm o apoio de 30 entidades representativas do setor, entre as quais estão: ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos), ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), a ABFLEXO-FTA Brasil (Associação Brasileira Técnica de Flexografia), ABIGRAF (Associação Brasileira da Indústria Gráfica), ABIEA (Associação Brasileira das Indústrias de Etiquetas Adesivas) e ABIEF (Associação Brasileira das Indústrias de Embalagens Plásticas Flexíveis).

RETROSPECTIVA
Contatos estratégicos e oportunidades de negócios fizeram com que 800 expositores da indústria gráfica e de embalagem, de 26 países, participassem da 1ª Semana Internacional da Embalagem, Impressão e Logística, realizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado de 10 a 14 de março de 2008, no Pavilhão de Exposiçõe s do Anhembi, em São Paulo. A sinergia entre os setores, conceito inédito no Brasil, atraiu aos corredores do Anhembi 43.713 mil visitantes/compradores, sendo 948 deles estrangeiros, que puderam ver de perto toda a cadeia produtiva - de máquinas de última geração à impressão e acabamento de embalagens.

SETORES
FIEPAG
- Hardware e Software;
- Design;
- Pré-impressão;
- Impressão digital;
- Offset;
- Etiquetas;
- Rotogravura;
- Acabamento;
- Conversão;
- Papel;
- Material, acessórios e serviços.
- Publicações, entidades, bancos, entre outros.

BRASILPACK
- Máquinas, equipamentos e sistemas para processamento, embalagem e envase;
- Materiais para embalagem (metal, plástico, vidro e papel);
- Acessórios e insumos para embalagem;
- Máquinas e equipamentos para embalagem e sistemas de reciclagem;
- Instrumentação, controle e sistemas;
- Logística;
- Materiais de pontos-de-venda;
- Bancos, entidades, publicações e serviços.

FLEXO LATINO AMÉRICA
- Pré-impressão
- Clicherias
- Fabricantes de fotopolímeros, máquinas e equipamentos para clicherias, softwares, hardwares, designers, etc.
- Impressão: máquinas impressoras de banda larga, banda estreita e papelão ondulado
- Equipamentos: equipamentos de controle, acessórios e periféricos
- Substratos: papéis, chapas de papelão ondulado, flexíveis, auto-adesivos, entre outros
- Insumos: tintas, vernizes, solventes, adesivos, produtos químicos, etc.

SALÃO EMBALA
- Agências de design e desenvolvimento de embalagens.
- Embalagens para produtos farmacêuticos, alimentícios, bebidas, cosméticos, limpeza, entre outros.
- Produtores de embalagens e acessórios para essa indústria.

BRASIL SCREEN
- Hard ware e Software
- Agências de publicidade
- Máquinas e equipamentos para impressão serigráfica
- Máquinas e equipamentos para impressão digital de grandes formatos
- Máquinas e equipamentos para sinalização
- Máquinas e equipamentos para circuitos impressos, adesivos, etiquetas e brindes
- Material promocional de ponto-de-venda
- Fornecedores de serviços, produtos e insumos
- Publicações e serviços

Serviço
Semana Internacional da Embalagem, Impressão e Logística
Data: 8 a 12 de março de 2010
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1.209 - Santana - São Paulo / SP
Entrada: Mediante credenciamento pelo site ou na entrada do evento
www.semanainternacional.com.br
Obs.: Proibida a entrada de menores de 16 anos, mesmo que acompanhados.



Read more!

Henkel lança adesivo para parabrisa Terostat 9097 PL na Automec

Produto de alta tecnologia que dispensa o uso de primer e ativador, gerando economia de
tempo e simplificando o processo de aplicação: basta limpar e colar

São Paulo, 08 de abril de 2009 - A Henkel, fabricante de adesivos industriais como Loctite e Teroson e também de consumo como Pritt, Cascola, Cascorez, Durepoxi e Super Bonder, lança o Terostat 9097 PL, da linha Teroson, na Automec 2009 - 9ª Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos e Serviços. O evento acontece de 14 a 18 de abril, no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo.

Adesivo poliuretano estrutural de alto valor agregado para a reposição de parabrisas, o Terostat 9097 PL apresenta inovadora tecnologia que dispensa o uso de primer e ativador, diminuindo o processo da reparação, o primeiro é usado no vidro e o ativador é utilizado na carroceria. São necessárias apenas duas etapas: limpar e aderir o parabrisas.

Outra inovação é que, devido à alta velocidade de cura do Terostat 9097 PL, em apenas uma hora o veículo pode voltar às ruas, mesmo que possua air bags, curando na metade do tempo dos outros adesivos encontrados no mercado. Assim, além da simplificação do processo, a solução fornece dupla economia de tempo, pois fica pronto para dirigir mais rápido e não precisa esperar a secagem do primer.




Read more!

Brascola investe em minifábrica modelo e novos produtos na Seincc 2009

Empresa reproduzirá etapas do processo produtivo calçadista e apresentará mais de 20 lançamentos desenvolvidos com alta tecnologia, que garantem ganho em produtividade às indústrias do setor

Realizada de 28 a 30 de abril, na cidade de São João Batista (SC), a IX Seincc – Semana da Indústria Calçadista Catarinense – contará novamente com a participação da Brascola, uma das principais indústrias de adesivos e selantes do Brasil, que apresentará os novos produtos que compõem o portfólio para calçados. São mais de 20 lançamentos, com destaque para os adesivos Magnum, a mais completa e segura linha para borracha, que dispensa o uso de lixas, além de novidades nos produtos base água, hot melt, e à base de solventes (convencional). Na minifábrica montada no estande da Brascola, os visitantes acompanharão de perto todas as etapas da produção calçadista.




Read more!

Consumo mundial de água supera o de refrigerantes

Água assumiu a liderança com 37,5% de participação, contra 36,8% dos refrigerantes.

Em 2007, pela primeira vez, as águas envasadas superaram o consumo de refrigerantes gasosos e se tornaram a categoria de bebida de maior volume no mercado mundial. A constatação é da consultoria Zenith International, em relatório que aborda o mercado de bebidas não-alcoólicas em 2007. Com um substancial ganho em volume, as águas envasadas alcançaram em 2007 participação de mercado de 37.3%, deixando as bebidas gaseificadas em segundo lugar, com 36.8%. As bebidas sem gás ficaram em terceiro, com 12.7%, seguidas pelos sucos e nectars, com 7.1%, e os concentrados, com 6.1%. Segundo a Zenith, o consumo mundial de soft drinks cresceu 3,9% em 2007, chegando a 552 bilhões de litros, o equivalente 8,5 litros per capita. O crescimento foi conduzido pelas bebidas sem gás, especialmente pela água mineral, em virtude das suas características naturais, isenta de calorias.



Read more!

Negociação sobre cotas da Rússia prossegue

A negociação entre o Brasil e a Rússia envolvendo carnes não teve desfecho. Em reuniões em Moscou, uma barganha com trigo não se materializou ainda. Representantes da indústria de moagem do Brasil acompanharam a delegação brasileira à capital russa, sinalizando o interesse em importar trigo. Por seu lado, os russos não garantiram a volta de uma cota de 50 mil toneladas para a carne suína. Moscou fez redistribuição das cotas para carne bovina, mas os brasileiros dizem que o problema é para suínos e frango. Os russos dizem que seguem "estudando" uma saída...

A pressão brasileira vai continuar também em Genebra, quando a ministra russa da agricultura irá à Organização Mundial do Comércio (OMC) no dia 26 de maio, tentar acelerar o processo de entrada do país na entidade. O Brasil condiciona seu apoio final aos russos à obtenção de melhor acesso para as carnes naquele mercado.

O ministro da Agricultura, Reinold Stephanes, decidiu ir a Moscou nos dias 3 e 4 de junho para insistir na cobrança de melhora das cotas de carne este ano e na cobrança de apenas tarifas, sem limite de volume, em 2010. Para o Brasil, se for para manter cotas em 2010, que seja aberta a todos os países e não geograficamente. Isso favoreceria os mais competitivos, ao invés de manter cartórios para certos produtores americanos e europeus, como acontece hoje.

Pedro de Camargo Neto, presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), disse que o setor privado "está satisfeito com a firme posição" que o governo tomou na negociação com a Rússia e espera resultados.




Read more!

Rodada de Negócios Projeto África –Traders

Hotel Transamerica Flat International
13 de Maio de 2009

A ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) em parceria com a APEX (Agência de Promoções e Investimentos), promove a primeira Rodada de Negócios – Projeto África com Traders e Trading Companies.

O projeto foi criado especialmente para dar oportunidade às micro e pequenas empresas brasileiras, que não tenham a estrutura própria de um departamento de exportação, ingressarem no mercado internacional, expandindo sua área de atuação por intermédio de Trading Companies...

Serão convidados a participar traders e trading companies com know how em exportação de produtos do setor de perfumaria e cosméticos para se reunir com as empresas inscritas.

Como porta de entrada, será focado o continente AFRICANO, já que não existem barreiras técnicas que invibializem as primeiras exportações.

A Rodada de Negócios será realizada no dia 13 de Maio no Hotel Transamerica Flat International Plaza localizado na Alameda Santos, 981 Cerqueira César – São Paulo das 9h às 18h.

No dia 12 de Maio, as empresas inscritas deverão participar de uma reunião preparatória no mesmo hotel às 14h.

O termo de adesão ao PSI Abihpec Apex deverá ser assinado pelas empresas inscritas e ser apresentado o relatório de contrapartidas e resultado de eventos.

Após a rodada de negócios, os traders ou Trading Companies poderão receber apoio do Projeto Brazilian Beauty para realizar viagens de prospecção de negócios no continente Africano.

Para ter acesso ao apoio, os traders ou trading Companies deverão representar ao menos 4 marcas brasileiras diferentes e comprometer-se a cumprir com as formalidades do projeto:

1. Assinar ao termo de adesão ao Projeto Brazilian Beauty
2. Fornecer relatórios de contrapartidas.

Obs.: O projeto apóia somente custos de passagem aérea em classe econômica e hospedagem. Demais despesas deverão ser pagas pelo Trader ou empresas por ele representadas e serão aceitas como contrapartida para o Projeto.

1. Entregar relatórios de viagem detalhando as perspectivas de resultado por margem e nos meses seguintes relatar os resultados efetivos.

Custos

O custo das inscrições para empresas associadas é de R$ 154,00 e R$ 354,00 para não associados.

O custo de participação para Traders e Trading Companies é de R$ 354,00 sendo que as inscrições estarão sujeitas a confirmação da ABIHPEC após contato de avaliação de perfil.

As inscrições poderão ser feitas até 5 de Maio.

Informações adicionais podem ser obtidas por e-mail, com silvana@abihpec.org.br, ricardo@abihpec.org.br ou lolita@abihpec.org.br, ou ainda pelos telefones (11) 3372-9871 ou (11) 3372-9897.



Read more!

COSMOPROF BOLOGNA

Considerada a maior feira de higiene pessoal, perfumaria e cosmética do mundo, a Cosmoprof Bologna é um evento de fundamental importância para quem quer participar do mercado globalizado e ficar em dia com as principais tendencias do setor.

Exatamente por isso, a feira continua a bater seus próprios recordes de visitaçao. Em 2008, 150.853 pessoas visitaram o evento que contou com 2.183 expositores, dos quais 1.263 eram internacionais, vindos de 60 países - sendo 20 brasileiros...

Para 2009, o projeto setorial integrado ABIHPEC/APEX reservou uma área de 336 m2 no pavilhao 21 - Cosmoprof Nature - onde será possível acomodar 18 empresas em espaços de 16m2 ou 32m2.

Realizada de 2 a 5 de abril, a Cosmopack Bologna é, também, uma ótima oportunidade para atualizaçao em técnicas e novidades no setor de embalagens. Em anos anteriores, vários associados aproveitaram para visitar a feira no seu primeiro dia, que é a véspera da abertura da Cosmoprof.

Preços e condiçoes

Cada expositor terá direito a um estande de 16 m2 ou 32 m2, com montagem e mobília básicas, além dos serviços habitualmente oferecidos pela ABIHPEC: embarque consolidado de amostras (com os custos rateados entre os participantes), assessoria de imprensa, sala de reunioes para uso coletivo, acesso a internet através de computador conectado na área de apoio.

Para expor no pavilhao brasileiro, com apoio do projeto APEX, o investimento é de EUR 3.500,00 (Tres mil e quinhentos euros) por empresa associada a ABIHPEC, para cada 16 m2. Esse valor pode ser parcelado em até seis (6) vezes, dependendo da data de inscriçao da empresa, pois o último pagamento deverá ser efetuado, impreterivelmente, em março de 2009.

O custo para empresas nao-associadas será de EUR 4.875,00 (Quatro mil, oitocentos e setenta e cinco euros)para cada 16 m2 contratados.

Para usufruir deste valor de participaçao a empresa deverá estar rigorosamente em dia com suas obrigaçoes tributárias e fornecer a ABIHPEC todas as certidoes negativas de tributos solicitadas pela ABIHPEC nos prazos determinados. Estes documentos serao usados para obtençao de isençao de imposto de renda sobre a remessa de câmbio para pagamento da feira em processo junto ao DEPLA - Departamento de Planejamento do SECEX - Secretaria de Comércio Exterior.

Caso a empresa nao forneça as certidoes nos prazos determinados terá de arcar com o imposto de renda de 15% sobre o valor total do stand e de sua montagem. Nao se trata do valor mencionado acima, mas sim do valor sem subsídio da APEX. A estimativa somente de custo de imposto a pagar neste caso seria de aproximadamente EUR 2.150,00 para cada 16 m2 contratados.

Como em anos anteriores, a escolha dos estandes será feita por ordem de inscriçao confirmada, ou seja, após o pagamento da primeira parcela da taxa de participaçao. As empresas que nao mantiverem seus pagamentos em dia podem perder a prioridade na escolha do estande, e podem ter sua participaçao cancelada, sem retorno das parcelas pagas.

Em relaçao a montagem, será fornecido estande com montagem padrao e com um kit de mobília básica composto de mesa, 3 cadeiras, balcao, banqueta, vitrine, tomada e iluminaçao. Os detalhes de design e projeto de montagem dos stands serao fornecidos até o janeiro de 2009.

Estamos planejando uma apresentaçao mais elaborada do que a do ano de 2008 para o pavilhao brasileiro, que inclui elevaçao do piso e criaçao de uma área de lounge, a exemplo do que foi feito na feira Beauty World Middle East 2008.

Caso a participaçao de 18 empresas venha a ser confirmada até o final do mes de novembro de 2008 será possível também confirmar a realizaçao de açoes diferenciadas de mídia, entre as quais destacamos a realizaçao do tradicional jantar da ABIHPEC no segundo dia da feira. Neste caso, os expositores brasileiros da Cosmoprof Bologna receberao uma quota de convites que poderao ser distribuídos a seus principais clientes.

Representantes das empresas expositoras na feira e demais associados da ABIHPEC podem aproveitar o bloqueio de hotel e da tarifa especial para grupo, que serao divulgados durante o mes de novembro de 2008.

Inscriçoes abertas

Para se inscrever basta preencher a ficha de inscriçao em anexo e enviá-la para a ABIHPEC por fax ou escaneada por e-mail. É necessário preencher todos os itens da ficha para ter sua inscriçao confirmada.

Atençao: a entrega do termo de compromisso de participaçao assinado pelo representante legal da empresa é fundamental para participar da feira. A ausencia do termo impede a empresa de participar da feira.

As empresas que estao com débitos pendentes e as que nao entregaram relatórios de avaliaçao ou de prestaçao de contas de eventos anteriores terao a inscriçao suspensa até sua completa regularizaçao no projeto.

Em caso de dúvidas ou se necessitar de informaçoes adicionais, entre em contato, por e-mail, com a equipe de comércio exterior: silvana@abihpec.org.br, ricardo@abihpec.org.br, lolita@abihpec.org.br, ou emili@abihpec.org.br.



Read more!

RODADA DE NEGÓCIOS TheBeauty 2009

Dia 16 de maio de 2009

A ABIHPEC - Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, em parceria com a The Beauty tem o prazer de convidar para a segunda Rodada de Negócios na feira TheBeauty 2009, que acontece em Porto Alegre – RS no mês de maio.

Ao aproximar as indústrias de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos aos principais compradores do setor, nosso objetivo é abrir um novo e importante canal de negociação, num ambiente propício ao intercâmbio comercial e tecnológico...

Desde 2001, a ABIHPEC promove com sucesso Rodadas de Negócios entre empresas nacionais e compradores internacionais. A experiência acumulada nesses encontros nos permite assegurar que esta é uma ferramenta eficiente, vantajosa e econômica para seus participantes.

Para os compradores de artigos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, além do benefício de divulgar suas empresas, produtos e serviços, a Rodada de Negócios permite estreitar relacionamentos, identificar novos clientes e prospectar novos nichos de mercado, falando diretamente com quem decide o fechamento de novos negócios. A dinâmica de rodadas permite que este contato seja organizado, ágil e eficaz.

Para os empresários, destacamos a oportunidade de entrar em contato com importantes compradores da Região Sul para apresentar suas linhas de produto, lançamentos e as últimas tendências de mercado em ambiente favorável para o desenvolvimento de novas parcerias e de realização de negócios por meio de reuniões rápidas e objetivas.

Após uma primeira edição ocorrida com grande êxito em 2008, este ano haverá uma nova e esperada atividade desta natureza durante o período da feira.

A segunda edição da Rodada de Negócios TheBeauty será realizada durante a 4ª. Feira Nacional de Beleza e Cosméticos TheBeauty. Desta forma podemos garantir que no local do evento estarão reunidas as principais empresas brasileiras com interesse no mercado de cosméticos da região Sul do Brasil e os principais compradores deste mercado.

Mecânica da Rodada:

A atividade acontecerá no dia 16 de maio de 2009, com reuniões a partir das 9:30hs até às 18hs, no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) – Av. Assis Brasil, 8787 – Porto Alegre/RS.

O pré-credenciamento tanto de compradores quanto de vendedores acontecerá entre 8:30 e 9:30hs.

Na Rodada de Negócios TheBeauty, cada empresa participante receberá uma agenda de reuniões, exclusiva, que será elaborada a partir da análise cruzada do perfil dos compradores convidados com do perfil fornecido pelas empresas inscritas como vendedoras.

As reuniões de negócios terão duração de 30 minutos com intervalo de 10 minutos entre as mesmas.

Todos os participantes deverão assinar um termo de compromisso se responsabilizando por manter representantes oficiais no local do evento e a respeitar os horários pré-determinados na agenda.

Formas de inscrição e investimento:

As inscrições para a Rodada de Negócios devem ser feitas, única e exclusivamente, através do site, www.thebeauty.com.br, até o dia 20 de abril de 2009, impreterivelmente.

As empresas poderão participar da rodada de negócios em uma das modalidades abaixo:

1. Empresa expositora, participante dos Núcleos Regionais: R$ 250,00
2. Empresa expositora, não participante dos Núcleos Regionais: R$ 350,00
3. Empresa não expositora, participante dos Núcleos Regionais: R$ 2.500,00
4. Empresa não expositora, não participante dos Núcleos Regionais: R$ 3.000,00

OBS: As empresas que optarem pelo item 03 ou 04 terão direito automaticamente a um stand de 09m², com as seguintes facilidades: 01 (uma) vitrine de 2x2x1m, 01 (uma) mesa e 04 (quatro) cadeiras, identificação da empresa em letras helvéticas, carpete, 01 (uma) luminária e um balcão 1x1x0,5m para atendimento e guarda de material em geral.
Cada 9m² de exposição dá direito a participação de uma empresa na Rodada de Negócios.

Durante a Rodada de Negócios serão servidos café e água aos participantes. Para o almoço, há restaurante na própria FIERGS. Os custos com refeição e estacionamento serão informados oportunamente.

Se você deseja participar, inscreva sua empresa através do site www.thebeauty.com.br clicando no banner “Rodada de Negócios”.

Após enviar a ficha preenchida, você deve aguardar um e-mail de confirmação, que será enviado pela área marketing da feira.

Em caso de dúvida, entre em contato, através do e-mail marketing@thebeauty.com.br ou pelos fones 51-3019-6521 e 51-3019-6523 ou ainda com a Coordenação dos Núcleos Regionais da ABIHPEC.



Read more!

II WORKSHOP DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ABIHPEC/APEX

A ABIHPEC - Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos – convida as empresas participantes do PSI Brazilian Beauty ou PDS para o II WORKSHOP DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ABIHPEC/APEX, que será realizado no dia 06 de Maio de 2009, quarta-feira, das 9h às 18h no Auditório da ABIHPEC, situada à Avenida Paulista, 1313 10º and – São Paulo/SP.

O objetivo do Workshop é proporcionar às empresas do Projeto Setorial Integrado, instrumentos práticos para se desenvolver um planejamento estratégico de um Projeto de Exportação...

Durante o workshop, serão realizados exercícios práticos onde as empresas terão a oportunidade de elaborar seu próprio planejamento estratégico orientados pelos facilitadores da NEOCON.

Para tanto, é necessário que cada empresa participe com no mínimo 2 representantes, considerando que estes devem ser das áreas de exportação, financeiro ou marketing. Trazer calculadora e/ou laptop para os exercícios práticos.

É aconselhável a participação do proprietário ou diretor responsável pela exportação.

PROGRAMAÇÃO

Credenciamento: das 9h às 9h30
Início do workshop: 9h30
Intervalo para almoço: 13h – 14h
Continuação do workshop: 14h – 18h

Anexo segue ficha de inscrição que deve ser preenchida e devolvida para a ABIHPEC por e-mail para emili@abihpec.org.br ou lolita@abihpec.org.br pelo fax (11) 3266-5387 até no máximo dia 19 de Março de 2009. Não será cobrada taxa de inscrição.



Read more!

Brazilian Beauty Club

O novo Programa Brazilian Beauty Club irá proporcionar descontos e vantagens para as empresas mais comprometidas com a sua presença no mercado internacional.

Você vai querer participar mais!

A parceria Abihpec-Apex, responsável pelo desenvolvimento do programa Brazilian Beauty de promoção às exportações de produtos do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmética, orgulhosamente apresenta o Programa Brazilian Beauty Club...

Voltado a premiar as empresas mais comprometidas com a ampliação da sua presença no mercado internacional, o Programa Brazilian Beauty Club surge com três níveis de reconhecimento aos participantes do Projeto Brazilian Beauty aos quais correspondem descontos progressivos nos custos das ações promovidas pelo projeto e outras vantagens.

Quesitos como a participação nas ações do projeto – contadas a partir de 2007 – tais como: participação em seminários e cursos preparatórios para qualificação da equipe de comércio exterior, obtenção de licenças de comercialização em mercados internacionais, participação nas feiras, certificações, adequação de produtos, planejamento de exportação e comunicação, responsabilidade social e contribuições individuais para o Projeto Brazilian Beauty são os critérios para a pontuação.

A categoria de acesso ao programa é chamada de Brazilian Beauty Club e dá direito a descontos de 10% nas ações promovidas pelo projeto.

Quem investe mais e alcança pontuação maior torna-se Brazilian Beauty Plus e tem direito a descontos de 20%.

Os melhor pontuados ganham o status de Brazilian Beauty Top, que permite a utilização do selo Brazilian Beauty em materiais promocionais e institucionais e dá direito a descontos de 40% nas ações promovidas pelo projeto.

O programa é dinâmico e o nível de cada participante refletirá o seu comprometimento. Portanto, é sempre possível mudar de nível – em ambas as direções. Quem participa mais ganha mais pontos e sobe de categoria, que não cumprir as obrigações para com o projeto perde pontos – e oportunidades de evoluir enquanto “player” no mercado internacional.

As três empresas melhor pontuadas em cada ano receberão o Prêmio Brazilian Beauty de Excelência. A entrega do prêmio será feita no tradicional jantar de confraternização da entidade realizado no final de cada ano.

Vale salientar que, mais uma vez, o setor de HPPC protagoniza uma ação pioneira. Dentre os 67 setores que fazem parte do programa de parcerias da Apex, somos o primeiro a oferecer essa vantagem às empresas mais comprometidas com o desenvolvimento da sua participação no mercado internacional.

Participe! Afinal, agora sua participação vale pontos, descontos e, provavelmente, maior participação no mercado internacional.

Para qualquer esclarecimento adicional, por favor, entre em contato com Lolita Deamo – lolita@abihpec.org.br (11) 3372-9871, Silvana Gomes - silvana@abihpec.org.br (11)3372-9893, Ricardo de Nóbrega - ricardo@abihpec.org.br (11)3372-9890.



Read more!

ABIA no Fórum Econômico Mundial: a crise é o momento para inovar!

De 14 a 16 de abril, a cidade do Rio de Janeiro acolheu os participantes do Fórum Econômico Mundial América Latina 2009 (World Economic Forum on Latin América 2009), no qual a ABIA participou ativamente na indicação de participantes, palestrantes e temas, a convite da organização.

A entidade esteve representada pelo presidente, Edmundo Klotz, o diretor do departamento de Economia e Estatística, Denis Ribeiro a gerente de Relações com o Mercado, Lygia Flores. Na ocasião, Klotz apresentou o case “PEB: Prazer de Estar Bem” - fruto de parceria entre a ABIA e a FIESP...

O fórum reuniu pessoas de várias partes do mundo e de todos os setores da sociedade, a exemplo de representantes do governo, da iniciativa privada e sociedade civil, membros de instituições acadêmicas e de pesquisa, entre outros setores.

Essa diversidade cultural, com pessoas de faixas etárias e profissões distintas, inseridas em uma abrangente gama de setores, com diferentes responsabilidades, experiências e especialidades, tornaram o fórum muito rico. “Esses três dias foram de reuniões intensas e muito enriquecedoras. Pudemos fazer uma imersão em vários temas, visualizando a América Latina como um todo, sempre sobre o guarda-chuva da crise. Nos fez pensar que o momento deve representar, também, a oportunidade para um salto de qualidade”, comenta a gerente, acrescentado que este ponto de vista remete à mensagem de abertura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, quando comentou que esperava que o evento se tornasse uma referência na América Latina.

Foram muitos os temas abordados durante o fórum, voltados sempre para elementos de promoção ao desenvolvimento nas áreas de energia, infra-estrutura, política, administração, comércio exterior, empreendedorismo, comunicação, segurança alimentar, economia, capacitação, entre muitos outros. “Falamos sobre os problemas, fizemos diagnósticos e observamos que, de fato, temos uma multiplicidade de demandas, mas todos concordam em um ponto: teremos em torno de oito bilhões de habitantes no mundo em 2030 e se conseguirmos enxergar essa crise como uma oportunidade, sairemos dela fortalecidos. Para isso é preciso incentivar o diálogo e inovar. E isso o próprio presidente comentou ao declarar que nosso pior erro seria não agir com visão transformadora”, avalia o presidente da ABIA.

Segundo Edmundo Klotz, a entidade pretende fazer sua “lição de casa”, dando continuidade ao trabalho iniciado nestes três dias. “Vamos compartilhar com a comunidade empresarial o que foi discutido aqui, desenvolver e ampliar os temas sob a ótica da cadeia produtiva. A ABIA está consciente de sua responsabilidade perante um segmento e mercado que responde por 9,3% de toda riqueza que é produzida no país. Sem alimento, não tem consumidor”.

Fórum

Criado em 1971, o Fórum Econômico Mundial, em sua edição brasileira, teve foco de discussão no impacto da crise global na América Latina, sendo organizado por algumas entidades de classe – dentre elas a ABIA – que tiveram a missão de indicar temas e palestrantes. Durante três dias, os presentes discutiram, nos Hotéis Sheraton e Intercontinental Rio, temas relacionados às diretrizes do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para o enfrentamento da recessão mundial.



Read more!

35º Feira Internacional do Livro de Buenos Aires

From Thursday 23 April 2009 - 08:00
To Monday 11 May 2009 - 17:00
Every day
Data: 23/04/2009 a 11/05/2009
Evento: 35º Feira Internacional do Livro de Buenos Aires
Local: Buenos Aires - AR
Organização: Fundación El Libro
Site: www.el-libro.org.ar



Read more!

A Indústria de Etiquetas Auto-Adesivas no Brasil

Para inscrever-se, entre no site www.brazil.labelsummit.com e preencha o formulário de inscrição.Ao acessar a página de pagamento, coloque o código “ABIEA”, passe direto para forma de pagamento e escolha uma opção (“enviar cobrança” ou “transferência bancária”). A secretaria do evento entenderá automaticamente o valor correto da sua inscrição.

Esclarecemos que, caso não se inscreva para as palestras e queira somente visitar e Exposição, a taxa será de R$ 40,00 por pessoa. Esta inscrição também é feita através do site...

Não deixe de assistir a palestra no dia 28 de abril às 11:15 h “ A Indústria de Etiquetas Auto-Adesivas no Brasil” que será proferida por Marcelo Prado, diretor do IEMI – Instituto de Estudos e Marketing Industrial e coordenador do 2º Estudo do Mercado Brasileiro de Rótulos e Etiquetas Adesivas elaborado pela ABIEA.

Para obter todas as informações sobre as conferências e exposições acesse o site www.brazil.labelsummit.com.




Read more!

A PALAVRA DA ABIC

A homologação pelo CDPC - Conselho Deliberativo da Política do Café da nova linha de financiamento para estocagem de café em grão cru, com recursos do Funcafé e que, pela primeira vez, inclui, além da produção, o comércio exportador e a agroindústria, representa uma nova e importantíssima mentalidade na política cafeeira nacional...

A reunião em que esse financiamento foi aprovado, no dia 30 de outubro, encerrou com sucesso um trabalho muito bem conduzido durante mais de um mês pelo secretário executivo do Ministério da Agricultura, Silas Brasileiro. Ao longo das reuniões quase que semanais do Comitê Diretor de Planejamento Estratégico do Agronegócio Café, ele conseguiu construir um consenso em torno da proposta desta nova linha de financiamento e assim formatar o modelo final, integralmente referendado. Embora ainda dependendo de aprovação final do Conselho Monetário Nacional, essa proposta já é vitoriosa.


Essa união ocorrida entre produção, comércio, indústria e exportação em torno de um objetivo comum, permite agora explorarmos uma nova idéia, que até pode parecer utopia, mas na verdade é desafiadora para todos nós. Creio ser este o momento ideal para se refletir sobre novos modelos de negócios convergentes, incluindo aqui também os canais de distribuição. Já existem alguns poucos, mas ótimos exemplos, que mostram que essa arquitetura comercial é possível e muito viável.

Tendo a qualidade e a sustentabilidade como regras básicas, podem-se criar alianças que unam produção, indústria, comércio, exportação e varejo, de todos os portes, para atender demandas internas ou externas de volumes e produtos diferenciados. Acredito que essa nova visão do negócio seja uma grande alternativa para a questão da geração da renda necessária para cada um dos elos envolvidos. Acho que vale a pena esse momento de reflexão.





Read more!

Latin America Aerospace and Defence

LAAD 2009 - 14 a 17 de abril de 2009

A LAAD 2009 - Latin America Aerospace and Defence - a maior e mais importante feira de defesa da América Latina, reúne bienalmente empresas brasileiras e internacionais especializadas no fornecimento de equipamentos e serviços para as três Forças Armadas , forças especiais, serviços de segurança, consultores e agências governamentais.



Read more!

Estudo da ABINEE projeta setor eletroeletrônico para 2020

Nesta quarta-feira (22), a ABINEE e a Reed Exhibitions Alcantara Machado apresentaram à imprensa o 12º Fórum ABINEE TEC, a 25ª FIEE - Feira Internacional da Indústria Elétrica, Energia e Automação -, e a 5ª eletronicAmericas, eventos que serão realizados de 1º a 5 de junho, no Anhembi, em São Paulo.

Na ocasião, o presidente da ABINEE, Humberto Barbato, falou do estudo A Indústria Elétrica e Eletrônica do Brasil em 2020, que será apresentado no Fórum ABINEE TEC, no primeiro dia dos eventos. Segundo ele, o documento que está sendo elaborado pela LCA Consultores, baseado em análises e entrevistas com representantes do setor eletroeletrônico, traz a situação atual e projeta o setor para o futuro, apresentando sugestões do que deve ser feito para se atingir as metas desejadas para daqui 10 anos. “Nosso principal objetivo é que o setor reverta seu atual déficit e aumente sua participação no PIB brasileiro de 4,2% para 7%”, disse Barbato...

O presidente da ABINEE salientou que este cenário é factível caso sejam criadas condições competitivas equiparadas a de outros países. A intenção da entidade é apresentar o estudo a diversas autoridades do governo, incluindo o presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva, que estará presente na abertura dos eventos.

Segundo Barbato o que motivou a elaboração do trabalho foi a constante perda de competitividade da indústria eletroeletrônica em comparação a outros países, principalmente, do leste asiático, que poderia levar o Brasil à desindustrialização. “A impressão que se tem é que se nada for feito, todas as empresas irão para a China”,disse. O presidente da ABINEE afirmou que, por sua importância, o Brasil não pode se dar ao luxo de ser mero importador. “Temos que ter produção e com valor agregado”, defendeu.

As Feiras, que contam com apoio da ABINEE, são promovidas e organizadas pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, e a electronicAmericas conta com apoio da Messe Munich International e tendo como representante internacional a Imag – Internationaler Messe-und Ausstellungsdienst GmbH.

Na coletiva, o diretor de Feiras da Reed Alcantara, Evaristo Nascimento, fez um relato sobre os dados estatísticos da FIEE e electronicAmericas e a ampliação e melhorias da estrutura já concluídas do Pavilhão de Exposições do Anhembi. Segundo ele, os eventos irão contar neste ano com uma área total de 60 mil m2 e deverão e atrair a visita de mais de 52 mil profissionais e compradores nacionais e estrangeiros.

As feiras devem gerar negócios da ordem de US$ 2 bilhões, iniciados durante os eventos e concretizados nos seis meses seguintes. “Neste momento de crise, as empresas não podem se esconder e devem aproveitar as novas oportunidades de negócios que as feiras proporcionam”, completou Nascimento.



Read more!

COM EXCEÇÃO DA CHINA, COMÉRCIO EXTERIOR CRIA VAGAS NO PAÍS

O comércio exterior brasileiro garantiu 1,2 milhão de empregos no ano passado. Dos principais parceiros comerciais do Brasil, apenas a China teve uma contribuição negativa de 303 mil vagas para esse resultado. Os números acima fazem parte de um estudo inédito da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que busca relacionar o saldo da balança comercial e o desempenho do emprego.

Com base nas contas nacionais do IBGE e utilizando um modelo insumo-produto, os técnicos da entidade calcularam os efeitos diretos e indiretos do comércio exterior para o emprego. "Um dólar exportado não significa o mesmo número de postos de trabalho. Depende das características da produção", disse Paulo Francini, diretor do departamento de economia da Fiesp...

O estudo concluiu que as exportações brasileiras garantiram 5,6 milhões de vagas formais e informais em 2008. No entanto, os produtos que o Brasil comprou no exterior "exportaram" 4,4 milhões de postos de trabalho. Dessa maneira, o saldo comercial de US$ 24,7 bilhões do ano passado foi responsável por 1, 2 milhões de vagas no país.

Em 2007, quando o saldo da balança foi de US$ 40 bilhões, o comércio exterior garantiu 2 milhões de vagas. Por esse raciocínio, a Fiesp estima que a atividade exportadora e importadora deixou de gerar 800 mil vagas em 2008 ante 2007, mas não significa que essas pessoas perderam o emprego, porque podem ter sido absorvidas por atividades voltadas para o mercado interno.

Francini disse que o estudo evidencia que o Brasil é um "ganhador" no saldo de empregos no comércio exterior, com exceção da China, com contribuição negativa de 303 mil vagas. Conforme o estudo, as trocas com a União Europeia geraram quase 670 mil vagas, com os Estados Unidos 167 mil, com o Mercosul 212 mil, e com o restante da América Latina 430 mil. Entre esses blocos, a China é o único com o qual o Brasil possui déficit na balança comercial.

Para a Fiesp, que é uma ferrenha opositora do que qualifica de "importação desleal" da China, os chineses seriam os vilões do emprego no Brasil. O levantamento da entidade aponta que as trocas com o país asiático em matérias-primas e bens intermediários geraram 5,9 mil empregos em 2008, mas que o Brasil perdeu 6,9 mil vagas no comércio em bens de capital e 3,7 mil em bens de consumo.
"O que mais preocupa no comércio com a China é o filme e não a fotografia", disse Francini. Ele alerta para a tendência no saldo de empregos no comércio exterior com o país. Em 2003, as trocas com a China geravam um saldo de 134 mil vagas no Brasil, segundo a federação paulista. A reversão ocorreu em 2006 com a perda de 58 mil vagas e o resultado negativo se aprofundou em 2007 e 2008. Segundo Francini, o objetivo da Fiesp é repetir esse estudo a cada trimestre.

Fonte: Valor Econômico



Read more!

Embrapa produz cogumelos com técnica chinesa

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia promove entre os dias 19 e 23 de maio, em Brasília, um curso sobre cultivo de cogumelos comestíveis e medicinais.
A instituição brasileira está usando uma técnica chinesa que pode popularizar o cultivo de cogumelos no Brasil: o método reduz custos e simplifica o processo de produção. Atualmente, cada brasileiro come 30g ao ano, enquanto na França, por exemplo, o consumo é de 2kg/ano.

A pesquisadora Arailde Urben conheceu o método em 1995, em uma visita à China. Desde lá, tem trabalhado para adaptar a técnica para o Brasil, conhecida como Jun-cao...

"Jun quer dizer fungo. Cao quer dizer capim, gramínea. Então essa técnica de uso de capim como principal componente barateia, considerando que os outros substratos de cultivo são toras ou serragem. Usar madeira fica muito mais caro do que plantar capim", explicou Arailde.
A empresa possui hoje um banco de material genético de 329 espécies de diferentes linhagens.

Antes, é preciso fazer o substrato, juntando capim, farelo de arroz e gesso agrícola. Nessa mistura os fungos são introduzidos um a um. Os substratos vão para uma câmara úmida, onde a temperatura fica entre 25 e 27 graus, e a umidade, entre 80 e 90%. Em poucos dias, os cogumelos começam a dar os primeiros sinais de vida.

Todo o local é preparado para gerar e manter a umidade e, aos poucos, os cogumelos vão crescendo. A pesquisadora acredita que um processo tão simples precisa ser mais utilizado.

"Considerando que a carne bovina tem 14% de proteína, e o cogumelo champignon tem até 34%, 46%, então só você comendo um pouco do cogumelo por dia é suficiente. Você tem proteína suficiente para o seu organismo", concluiu a pesquisadora.

O limite de vagas para o curso é de 50 participantes, mas no dia 23 de maio (sábado), as palestras da parte da manhã serão abertas ao público. O curso será na sede da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, que fica no Parque Estação Biológica (final da Avenida W5 Norte), em frente à Câmara Legislativa.



Read more!

Tour por Frankfurt agrada participantes da Canton Fair

Missão Empresarial é promovida duas vezes ao ano pela Câmara Brasil China

Os empresários que embarcaram nos dias 12 e 13 de abril com destino a 105º edição da Canton Fair puderam fazer um tour por Frankfurt. Cerca de 40 pessoas viajaram para a primeira fase, que ocorre entre os dias 15 a 19 de abril. No roteiro estava prevista a conexão na Alemanha e no período de espera para o vôo, que os levaria à China, os empresários passearam pela cidade alemã. O tour é uma cortesia da Câmara de Comércio Brasil China (CCIBC) para os participantes da Missão Empresarial à Canton Fair.

Foi em meio à descontração e com a ajuda do clima que o grupo aproveitou o passeio ao longo do Rio Reno. Além de degustar uma boa cerveja e pratos típicos que deram ânimo para reiniciar a viagem para a Feira de Cantão. Na próxima terça-feira (21/04) mais uma comitiva de empresários embarca no aeroporto de Guarulhos para a segunda fase da feira que acontece nos dias 24 a 28 de abril. Ainda no dia 30 deste mês outros participantes seguem para a terceira fase (03 a 07 de maio).

As horas de vôo até a cidade de Guangzhou, capital da Província de Guangdong, no sul da China, - local onde é realizada a Canton Fair - tornam-se ainda mais atraentes com a parada por Frankfurt. Na primeira edição da Canton Fair de 2009 todos os participantes da Missão Empresarial da CCIBC serão contemplados com o passeio.

CCIBC

Desde 1988 a CCIBC leva empresários brasileiros para visitar a Feira de Cantão. A CCIBC é a única câmara legitimada pelo acordo que, desde 1988, mantêm com o CCPIT (Conselho Chinês para a Promoção de Comércio Internacional), órgão do Conselho de Estado da China, bem como a única reconhecida pela Federação das Câmaras de Comércio Exterior na Confederação Brasileira do Comércio e pelo Conselho de Câmaras de Comércio Exterior da Associação Comercial de São Paulo.



Read more!

Resultado da pesquisa