23 de abr de 2009

A PALAVRA DA ABIC

A homologação pelo CDPC - Conselho Deliberativo da Política do Café da nova linha de financiamento para estocagem de café em grão cru, com recursos do Funcafé e que, pela primeira vez, inclui, além da produção, o comércio exportador e a agroindústria, representa uma nova e importantíssima mentalidade na política cafeeira nacional...

A reunião em que esse financiamento foi aprovado, no dia 30 de outubro, encerrou com sucesso um trabalho muito bem conduzido durante mais de um mês pelo secretário executivo do Ministério da Agricultura, Silas Brasileiro. Ao longo das reuniões quase que semanais do Comitê Diretor de Planejamento Estratégico do Agronegócio Café, ele conseguiu construir um consenso em torno da proposta desta nova linha de financiamento e assim formatar o modelo final, integralmente referendado. Embora ainda dependendo de aprovação final do Conselho Monetário Nacional, essa proposta já é vitoriosa.


Essa união ocorrida entre produção, comércio, indústria e exportação em torno de um objetivo comum, permite agora explorarmos uma nova idéia, que até pode parecer utopia, mas na verdade é desafiadora para todos nós. Creio ser este o momento ideal para se refletir sobre novos modelos de negócios convergentes, incluindo aqui também os canais de distribuição. Já existem alguns poucos, mas ótimos exemplos, que mostram que essa arquitetura comercial é possível e muito viável.

Tendo a qualidade e a sustentabilidade como regras básicas, podem-se criar alianças que unam produção, indústria, comércio, exportação e varejo, de todos os portes, para atender demandas internas ou externas de volumes e produtos diferenciados. Acredito que essa nova visão do negócio seja uma grande alternativa para a questão da geração da renda necessária para cada um dos elos envolvidos. Acho que vale a pena esse momento de reflexão.




0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa