24 de abr de 2009

Vendas de latas em 2008 supera expectativa

Números revelam crescimento acima do PIB e das taxas de consumo de bebidas

Em 2008, o Brasil consumiu 1 bilhão de bebidas em lata a mais do que no ano anterior. O crescimento de 8,5% na venda de latas para a indústria de bebidas foi superior ao estimado para o setor de cervejas e refrigerantes, o que confirma que a embalagem de menor impacto ambiental está conquistando espaço entre suas concorrentes.

Foram 13,3 bilhões de unidades comercializadas no ano passado, aumentando o consumo per capita para 70 latas por ano no país, mais de cinco por mês para cada brasileiro. Os números indicam que nos últimos cinco anos o consumo de bebidas em latas de alumínio subiu mais de 40%, consolidando a participação da latinha entre as embalagens de bebida...

Para o presidente da Abralatas, André Balbi, são várias as causas que contribuíram para que o mercado de latas obtivesse crescimento positivo em 2008. Uma delas está relacionada ao aumento da renda da população, que beneficiou, de 2003 a 2005, as famílias brasileiras que recebiam até cinco salários mínimos, e, em 2006, as faixas até dez salários.

Dessa forma, com melhor distribuição de renda, aumento real do salário mínimo e até mesmo com a implementação do programa federal de transferência de renda, o Bolsa Família, houve maior consumo no país.

"Com o aumento da renda, o consumo de produtos mais sofisticados também tende a aumentar, pois todos querem mais praticidade", afirma André Balbi. "Com maior renda, aumentam as oportunidades de lazer, situações onde a bebida em lata é mais procurada", acrescentou.

O diretor executivo da Abralatas, Renault Castro, destaca outro fator fundamental na promoção de vendas de latas: a criação de novos formatos, oferecendo ao consumidor outras opções da embalagem. Dados de 2008 mostram crescimento de 90% na venda do Latão (473ml) e 21% dos formatos pequenos (250ml) chamados Slim e Squat.

Os fabricantes também apostaram na descentralização da produção de latas através de novas regionais, diminuindo os gastos com fretes e tornando a embalagem mais competitiva. Com as novas unidades que estão em fase de construção, o Brasil terá 14 fábricas de latas e tampas espalhadas por 10 unidades da federação.

Fonte: Abralatas




Read more!

Evento inédito sobre Leite Instável reúne pesquisadores da América Latina

A I Conferência Internacional sobre Leite Instável (Lina) reuniu na quinta-feira (23), mais de 250 pessoas no auditório Aílton Raseira, na sede da Embrapa Clima Temperado.

O evento, que tem o objetivo de discutir e propor soluções para o problema do Lina na cadeia produtiva do leite, teve sua abertura marcada pelos discursos do Chefe-Geral da Embrapa Clima Temperado, Waldyr Stumpf Junior, da pesquisadora e coordenadora do evento, Maria Edi Ribeiro e da professora da UFRGS, Maira Balbinotti Zanela...

Stumpf fez uma retrospectiva das pesquisas com o leite instável, iniciadas em 2001, afirmando a dificuldade dos pesquisadores que, ao encontrarem a precipitação ao teste do álcool, se deparavam com um leite não-ácido. “Hoje, depois de já termos percorrido um longo caminho, nos preocupamos com a cadeia produtiva, com a segurança alimentar e com a segurança do alimento”, afirmou.

Ele falou ainda sobre a incidência do Lina nos demais países. “Sabemos que o Lina é incidente em vários países e causa prejuízos em toda cadeia produtiva. Assim, esse problema precisa ser debatido por pesquisadores da área”, finalizou.

A coordenadora do evento Maria Edi Ribeiro falou com satisfação sobre a dedicação que a Unidade vem dando as pesquisas com o leite. De acordo com ela, esse evento servirá como marco para as pesquisas sobre leite instável e abre caminho para debates sobre o assunto. “Espero que vocês aproveitem esse evento feito com tanta dedicação e debatam esse tema, que é de suma importância para o futuro da cadeia produtiva do leite”, disse.

A professora da UFRGS, Maira Balbinotti Zanela, destacou o ineditismo do evento, que irá apresentar inúmeros resultados de pesquisas científicas que ainda não foram publicados. “Esse evento é importante, pois é o primeiro evento técnico-científico que abordará apenas questões sobre Lina na América Latina”, completou.

A primeira palestrante da quinta-feira (23), foi a pesquisadora do INTA (Argentina), Lívia Negri, que falou sobre “Métodos de avaliação de estabilidade térmica, análise sazonal de estabilidade em leite de tanque propriedades de silo de indústria e em leite em pó”. A análise da pesquisadora foi feita com a matéria prima (leite) e a estabilidade do leite em pó, que está diretamente relacionado com a qualidade da matéria prima. “Se o leite não for bom, o leite em pó e seus derivados apresentarão problemas”, informou.



Read more!

Alimentaria Lisboa 2009

Feira termina com saldo positivo para as indústrias de café do Brasil

Terminou nesta quarta-feira (22) o Salão Internacional da Alimentação – Alimentaria Lisboa 2009, realizada no Parque das Nações, na capital portuguesa, e que pela primeira vez contou com a participação do PSI – Projeto Setorial Integrado de Promoção à Exportação de Cafés Industrializados. “O resultado foi altamente positivo”, diz Christian Santiago, coordenador executivo do PSI, programa comercial realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC)...

Durante os quatro dias do evento, o estande ‘Cafés do Brasil’ foi visitado por compradores de diversas redes varejistas, como Recheio-Jeronimo Martins, El Corte Inglês e o Intermaché, do grupo Os Mosqueteiros, por distribuidores regionais e por profissionais da Espanha e Itália.

Além da promoção institucional dos Cafés do Brasil, o estande contou com a presença das indústrias Café Jandaia, do Paraná, e Café Moraes, de São Paulo, que já possuem filiais em Portugal. “Ambas as empresas fecharam ótimos negócios”, diz Santiago. O Café Jandaia conseguiu avançar nas negociações com o Grupo Mosqueteiros (Intermaché), que tem mais de 230 lojas em Portugal. Eles já forneciam para algumas lojas do grupo, e agora poderão atingir toda a rede.

Já a Café Moraes fechou a venda de mais de 4 toneladas de café para diversas distribuidoras regionais de médio porte, que é a estratégia da empresa. Para o empresário Rodrigo Luis Moraes, a participação do PSI - Cafés do Brasil na Alimentaria fez a diferença na argumentação final junto aos seus clientes, que perceberam a seriedade e disposição do país em promover os produtos no mercado português.

Mercado português, exemplo

Portugal e região representam um enorme potencial para os cafés industrializados no Brasil. As vendas do produto para o mercado luso cresceram 161% de 2007 para 2008, de US$ 86.443 para US$ 225.785, e foi esse desempenho que levou a coordenação do PSI a optar pela participação na Alimentaria. De acordo com Christian Santiago, esse crescimento das exportações ocorreu, sobretudo, em função dos investimentos feitos pelas empresas em infra-estrutura, abertura de filiais e em treinamento de equipes de vendas próprias.

A indústria Café Jandaia, por exemplo, seguindo orientação do PSI, abriu há três anos filial na cidade de Massama, região da Grande Lisboa. Milton Nogueira, diretor da Unidade Portugal da empresa, diz que estar próximo ao cliente faz toda a diferença no resultado das vendas, e não seria possível obter esse desempenho sem estar instalado no mercado. A meta da empresa é fechar 2009 com um resultado 45% superior ao de 2008.

“Essa experiência portuguesa serve para todos os mercados”, reforça Santiago. “Muitos compradores dão realmente preferência para as empresas que têm filiais em suas regiões, por que consideram que essa proximidade representa segurança e compromisso por parte do empresário brasileiro. Assim, fica evidente que os exportadores deverão considerar esse ponto quando estiverem realizando seus projetos de exportação, pois o sucesso das vendas não está somente no produto, e sim na combinação de produtos e serviços”.

Sobre o PSI - O Projeto Setorial Integrado de Promoção à Exportação de Cafés Industrializados da Apex-Brasil tem sido fundamental para fomentar as vendas mundiais, e com maior valor agregado, de cafés em grão torrado ou moído produzidos no Brasil. A exportação com marca brasileira é uma iniciativa muito recente, que assumiu uma característica de negócios consistentes a partir de 2002, quando foi firmado o primeiro convênio entre a Apex-Brasil e a ABIC. Nesses sete anos, em função das ações do PSI, as vendas aumentaram em quase 800%: de US$ 4 milhões, em 2002, para US$ 35,6 milhões, em 2008. O novo convênio, com validade até 2010, prevê novas estratégias para a inserção dos Cafés do Brasil em diferentes mercados, principalmente os considerados “traders”, que são países ou regiões com um alto potencial de comercialização dos produtos, como é o caso de Portugal.


Divulgação: Tempo de Comunicação – 21/04/2009
Jorn. Resp.: Marília Moreira (MTb 11.381) – Contato: Eduardo Buitron.
Fone/Fax: (11) 3868 4037 – tempocom@uol.com.br



Read more!

Ceará anuncia feira de moda íntima

O evento está no seu terceiro ano e é uma vitrine do crescimento do setor no Nordeste

Fortaleza - Com o objetivo de discutir tendências e traçar novos caminhos para o mercado de lingeries, além de captar novos investidores para o setor, a Associação da Moda Íntima do Ceará (Amic) realizará, de 7 a 9 de junho, a 3ª Edição do Moda Íntima Ceará.

Consolidado no calendário cearense como o único evento do gênero na região, a feira promete repetir, este ano, o êxito das suas duas primeiras edições quando contou com 15.000 visitantes, mais de 40 empresas participantes e R$ 8 milhões gerados em negócios...

O desempenho é positivo para um Estado que é um dos maiores produtores brasileiros de lingerie e o mais importante das regiões Norte e Nordeste. Parceiro do evento, o Sebrae/DE vai participar promovendo uma rodada de negócios e trazendo caravanas de outros municípios.

Criada em outubro de 2005, a Amic reúne 25 empresas cearenses do setor que é um dos mais fortes da economia do Estado: são 2.000 indústrias, mais de 80.000 empregos diretos e meio milhões de peças produzidas ao ano com alto nível de qualidade.

Dentre as empresas associadas à Amic estão Brunna Bella, Camila Criações, D’Aury, D’July, D’Noite, Del Lírio, Di Modas, Dy Any, Extasis Lingerie, L’amour, Langerril, Linhas e Cores, Minha Kara Lingerie, Paty, Piffy, R e D, Ritati, Robia, Sensuality, Star Livre, Star Jane, Thais Ferreira, Thays e Thamires e Vi Lingirie.

Serviço:
Sebrae no Ceará - (85) 3255-6600



Read more!

Brasil e Bolívia terão plano conjunto de turismo e cultura

Dirigentes públicos apresentam rota de integração de municípios fronteiriços com apelo histórico e cultural

Cuiabá - A utilização da faixa de fronteira entre Brasil e Bolívia e a exploração turística do parque boliviano Noel Kempff Mercado e do Pantanal foram os principais projetos apresentados na abertura do II Encontro Internacional dos Municípios de Fronteira, em San Ignacio de Velasco, no país vizinho. Até sábado (25), bolivianos e brasileiros vão traçar um plano de ação conjunto para os segmentos de cultura, artesanato e turismo...

O encontro é organizado pelo Sebrae em Mato Grosso, com apoio do governo estadual, Governo Departamental Autônomo de Santa Cruz, Prefeitura de San Ignacio, comunidades de 14 prefeituras da Chiquitania, Universidade Católica Boliviana e a direção do parque nacional boliviano.

O Brasil é representado por secretários e técnicos de prefeituras de sete municípios (Cuiabá, Cáceres, Comodoro, Conquista D´Oeste, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião e Vila Bela da Santíssima Trindade) e do governo de Mato Grosso. Há ainda representantes do Sebrae em Rondônia, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), do IBGE, da Associação Comercial de Cáceres, de associações de artesanato e grupos culturais das cidades.

Ao falar em nome do governo de Mato Grosso, a secretária adjunta de Desenvolvimento do Turismo, Vanice Marques, expressou que “a estrutura da estrada entre a fronteira do estado, desde San Matias até San Ignacio, mostra a necessidade de avançar a integração entre os dois lados para se ter um turismo adequado”.

O esforço bilateral para fortalecer os pequenos negócios também foi indicado pela diretora do Sebrae/MT, Eneida Oliveira, como efeito multiplicador da economia local. “Falar de integração de fronteiras é abrir portas para um novo modelo de desenvolvimento dos nossos municípios, com potencialidades no turismo, gastronomia, cultura, artesanato”, afirmou.

O diretor do Parque Noel Kempff Mercado, engenheiro Jorge Landivar, mostrou uma rota proposta para aproveitamento do ecossistema brasileiro e do patrimônio natural boliviano, que faz limite com Mato Grosso e Rondônia. “Podemos ter uma entrada para o parque a partir das Missões Jesuítas em San Ignacio, integrando o turismo natural e cultural para o interior do Brasil, até ao Pantanal, por Cuiabá, Campo Grande, São Paulo. Podemos proporcionar turismo regional a partir de Cáceres, San Matias (a 10 Km da fronteira com Mato Grosso), San Ignacio e entrar no parque”, explicou o diretor do parque boliviano.

O parque boliviano fica ao norte de San Ignacio e está encravado na fronteira entre os dois países. Já a cidade boliviana tem população de 48 mil habitantes e, neste ano, em 31 de julho, completa 261 anos de fundação. Junto com as comunidades jesuítas de San Jose, San Rafael, San Miguel, Santa Ana, Concepción e San Xavier, compõe o Patrimônio da Humanidade declarado pela Unesco em 1990.

Serviço:
Sebrae/MT - (65) 3648-1262
Central de Relacionamento Sebrae - 0800 570 0800
Agência Sebrae de Notícias - www.agenciasebrae.com.br



Read more!

Município gaúcho prepara evento para incentivar empreendeodrismo

Evento acontece de 25 a 29 de maio traz para debate um tema atual e importante para empresas de micro e pequeno porte: inovação e empreendedorismo

Santa Cruz do Sul - A '4ª edição da Semana do Empreendedor', que será realizada de 25 a 29 de maio, em Santa Cruz do Sul, município distante 150 quilômetros de Porto Alegre, traz para debate um tema atual e importante para empresas de micro e pequeno portes: inovação e empreendedorismo. Uma das novidades será a realização da primeira rodada de Inovação e Negócios, que tem como objetivo dar visibilidade a produtos ou processos inovadores...

A Semana do Empreendedor, realizada pelo Sebrae no Rio Grande do Sul por meio do projeto Fomento ao Empreendedorismo Vales do Taquari e Rio Pardo, e instituições parceiras, busca despertar o interesse e estimular a capacidade empreendedora dos empresários já estabelecidos e dos candidatos a empresário.

As inscrições para os interessados em participar das atividades podem ser feitas gratuitamente pelo site www.semanadoempreendedor.com.br, ou por meio do preenchimento da ficha de inscrição que consta no folder do evento. A Semana do Empreendedor contará com palestras, workshop e apresentação de cases de empresas.

A programação foi definida após uma série de reuniões realizadas entre o Sebrae/RS e entidades parceiras do evento – Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul, curso de Administração da Unisc, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Associação Comercial e Industrial (ACI) de Santa Cruz do Sul, Incubadora Tecnológica da Unisc (Itunisc), Associação dos Fumicultores do Brasil (Afuba) e Junior Achievement.

A abertura oficial da 4ª Semana do Empreendedor será realizada, dia 25 de maio, às 19h30, no Auditório Central da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Logo após, às 20h, os presentes irão assistir a uma palestra com o presidente do Grupo Randon, Raul Randon.

Segundo o gestor do projeto Fomento ao Empreendedorismo da Regional do Sebrae/RS Vales do Taquari e Rio Pardo, Clóvis Glesse, o evento tem por finalidade concentrar esforços com o objetivo de fomentar o empreendedorismo na comunidade de Santa Cruz do Sul e região. Conforme Glesse, é uma oportunidade única oferecida anualmente com a proposta de oportunizar aos empreendedores uma extensa programação que estimule o seu caráter empreendedor. “Durante o evento, nossa intenção é levar ao público informações sobre como constituir uma empresa e apresentar histórias de sucesso de quem levou adiante sua ideia e apostou no seu próprio negócio”, diz. O gestor destaca ainda que o lançamento oficial do evento será realizado no final de abril, quando terá início a distribuição do material informativo com a programação completa do evento.

Na avaliação do secretário de Desenvolvimento Econômico de Santa Cruz do Sul, Jair Jasper, as edições da Semana do Empreendedor têm contribuído para impulsionar a economia do município e da região. “Participando das atividades o empreendedor poderá reunir informações necessárias para constituir sua empresa, contribuindo dessa forma para diversificar e impulsionar a atividade econômica do município, o que acaba por estimular também a geração de novos empregos”, complementa.

A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Liane Kipper, destaca que a Semana do Empreendedor irá oferecer ao público participante uma programação bastante diversificada e abrangente sobre o tema empreendedorismo e inovação. “A rodada de Inovação e Negócios, por exemplo, tem como objetivo dar visibilidade a produtos ou processos inovadores. Nessa ação pretendemos estimular o empreendedorismo inovador, oportunizando aos participantes que apresentem seus projetos visando firmar parcerias e disponibilizar seu produto no mercado”, diz. A abertura da primeira rodada de negócios e inovação será realizada no dia 28 de maio.

O projeto Fomento ao Empreendedorismo Vales do Taquari e Rio Pardo atende candidatos a empresário e empresários de micro e pequenas empresas de zero a quatro anos pertencentes aos municípios da Regional Vales do Taquari e Rio Pardo. O projeto tem como objetivo difundir os princípios do empreendedorismo, por meio do desenvolvimento de atitudes empreendedoras, da disseminação do conhecimento e vivências em gestão, além do reconhecimento e valorização das iniciativas e experiências bem-sucedidas de empreendedores.

Serviço:
Assessoria de Comunicação do Sebrae/RS - (51) 3216-5165/5182 ou (51) 9955-8192
Central de Atendimento ao Cliente do Sebrae/RS - 0800 570 0800
Sebrae Vales do Taquari e do Rio Pardo - (51) 3710-1697



Read more!

CRE tem novo debate sobre Venezuela no Mercosul

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) realiza, na próxima quinta-feira (30) mais uma audiência pública para debater a entrada da Venezuela no Mercosul. Foram convidados, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim; o embaixador do Brasil na Venezuela, Antônio José Ferreira Simões e o governador de Roraima, José de Anchieta Júnior.

No último dia 16 houve um primeiro encontro, do qual participaram os embaixadores Rubens Barbosa, Sérgio Amaral e Paulo Tarso Flexa de Lima, além do representante da Confederação Nacional da Indústria, José Augusto Fernandes. As audiências foram propostas pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)...
Justify Full
A Câmara dos Deputados e a representação brasileira no Parlamento do Mercosul já aprovaram o projeto de decreto legislativo (PDL 430/08) sobre a adesão da Venezuela. Os parlamentos da Argentina e do Uruguai também já deram aval ao protocolo, assinado em 4 de julho de 2006 pelos presidentes dos países membros do Mercosul e da Venezuela.
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)
90260



Read more!

Fórum de Competitividade da Cadeia Produtiva de Textil e Confecções

Ciclo de Palestras, dia 28 de abril 2009, das 14 às 18 horas
na sede da ABIT - rua Marquês de Itu, 968, Vila Buarque, São Paulo-SP

* "Ferramentas Eletônicas de Apoio ao Exportador"
Márcia Magalhães Valença - Analista de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior
* "Apoio ao Desenvolvimento Tecnonológico das Empresas"
Reinaldo Fernandes Danna - Coordenador Geral de Inovação Tecnológiaca do Ministério da Ciência e Tecnologia
* "Os Benefícios do Sistema de Franquias para o Setor Têxtil e de Confecções"
Marco Aurélio Militelli Conselheiro Fiscal e Membro do Comitê de Ética da ABF - Associação Brasileira de Franchising



Read more!

Resultado da pesquisa