30 de mar de 2009

Clima econômico em Portugal volta a se deteriorar em março

Lisboa, 30 mar (Lusa) - O indicador de clima econômico em Portugal caiu ligeiramente em março, apesar da melhoria da confiança no setor da indústria, que recuperou do mínimo histórico do mês passado. Por outro lado, as famílias acentuaram o pessimismo.

"Em março, o indicador manteve o movimento descendente observado desde maio de 2008, embora diminuindo a um ritmo mais moderado", de acordo com os Inquéritos de Confiança divulgados nesta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE)...

Para esta degradação do clima de confiança contribuíram comportamentos diferentes dos vários setores, do lado da oferta, "registrando-se uma deterioração dos indicadores de confiança nos Serviços e no Comércio, uma estabilização na Construção e Obras Públicas e uma recuperação na Indústria Transformadora", indica ainda o INE.

A recuperação da confiança da indústria foi determinada pela "apenas pelo forte contribuição positivo do saldo de respostas extremas [opiniões] sobre as perspectivas de produção".

Já no caso da construção, a estabilização do indicador resultou de "movimentos de sentido contrário nas componentes, perspectivas de emprego e opiniões sobre a carteira de encomendas".

Em relação à demanda, o clima de confiança voltou a marcar um novo patamar de pessimismo.

"O indicador de confiança dos consumidores prolongou a tendência descendente observada desde finais de 2006, registrando o valor mais baixo da série iniciada em junho de 1986", aponta o INE.


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa