31 de mar de 2009

agroex mostra mecanismos para aumentar exportações do setor

Direto da ORGANICS BRASIL

Permitir a ampliação da base de produtos do agronegócio exportados é um dos objetivos centrais do 21 Seminário do Agronegócio para Exportação (AgroEx), a ser realizado no dia 31 de março, em São Paulo/SP na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). O Brasil é um país de grande sucesso na exportação e produção de alimentos, mas o comércio exterior do agronegócio ainda é concentrado em poucos produtos e poucas empresas.
Existem oportunidades para produtos pouco tradicionais, como algumas frutas, ovos e flores não aproveitadas pelo Brasil...

Estas oportunidades ainda mais em um ano de crise econômica não podem ser desperdiçadas, ressalta o diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Eduardo Sampaio.

Sampaio explica que a melhor forma para se ampliar a base da pauta exportadora é investir no associativismo. Apresentaremos novas modalidades de integração para que os agentes da cadeia do agronegócio possam ganhar escala na produção e acessar o mercado externo, completa.

No seminário, produtores rurais, associados a cooperativas e distribuidores terão acesso a informações sobre instrumentos de auxílio a exportação, como linhas de financiamento, formas de agregar valor ao produto e apoio ao exportador no exterior. Nesta edição, que faz parte das comemorações dos 40 anos do Ceagesp, os participantes ainda poderão conhecer a estrutura da produção hortícola do estado de São Paulo.

A Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) é referência nacional em abastecimento. No Entreposto Terminal de São Paulo (ETSP) chegam, diariamente, 10 mil toneladas de frutas, verduras, legumes, pescados e flores, vindas de 1.495 municípios de 23 estados brasileiros e de 18 Países. No ano passado, a comercialização do ETSP foi a maior dos últimos 20 anos, com crescimento de 2,6% sobre 2007.

São Paulo é o principal estado exportador de produtos do agronegócio. Em 2008, foram embarcados US$ 15,69 bilhões em artigos agropecuários, US$ 1,29 bilhão mais que o registrado em 2007. Destaque para o complexo sucroalcooleiro (açúcar e álcool) com US$ 5,2 bilhões, carnes (US$ 2,9 bilhões) suco de laranja (US$ 1,9 bilhão).

O estado, no entanto, registra déficit na balança comercial do agronegócio em produtos hortícolas. No ano passado, São Paulo exportou US$ 16,3 milhões e importou US$ 148,9 milhões. ouveHouve Houve saldo negativo também no comércio exterior de frutas. Foram embarcados US$ 132,9 milhões e importados US$ 168,8 milhões. O AgroEx será o primeiro passo que para estes números se invertam por meio da organização destes setores, afirma Sampaio. As informações são do Mapa.

Fonte: Último Segundo



0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa