20 de mar de 2009

Fecomercio promove debate para discutir o ensino superior no Brasil

Evento, que marcará o lançamento do Conselho Superior de Universitários da entidade, terá participação do senador Cristovam Buarque e do pesquisador Simon Schwartzman

São Paulo, 16 de março de 2009 – A Fecomercio realiza, no dia 18, das 14h às 18h, o evento A Universidade e o Ensino Superior no Brasil. O encontro, que marca o lançamento do Conselho Superior de Universitários da entidade, presidido pelo economista Rodrigo Mariano, contará com apresentações do senador Cristovam Buarque e do pesquisador Simon Schwartzman. Na ocasião, os participantes debaterão sobre o estágio atual da educação e o papel das universidades no Brasil, além de propor soluções para a reforma do sistema.

Segundo o pesquisador Simon Schwartzman, o Brasil não tem uma política de qualidade no ensino superior. “Com as boas exceções de sempre, o sistema público é caro e pouco eficiente e o sistema privado tem problemas sérios de qualidade. Atualmente, existe uma política de expansão. Porém, as medidas de inclusão devem acompanhar os alunos desde sua entrada até a conclusão do curso nas universidades”, afirma. Para o pesquisador, o ensino de qualidade no país é restrito e suas deficiências atingem tanto o setor público quanto o privado. “A cultura universitária brasileira não valoriza a qualidade e o desempenho”, acrescenta.

Os mecanismos de avaliação do ensino superior também serão debatidos no evento. Segundo Schwartzman, os sistemas aplicados atualmente são um começo, mas há muito espaço para avanços. “Uma forma eficiente de avaliação seria o acompanhamento da trajetória dos alunos após a conclusão do curso universitário, o que deve ser feito pelas próprias instituições onde obtiveram a graduação”, opina.

O encontro A Universidade e o Ensino Superior no Brasil também tratará das novas instituições educacionais abertas nos últimos anos. De acordo com Schwartzman, a proliferação não é tão grande como se divulga. “A iniciativa privada entra para atender a demanda. O acesso ao ensino universitário ainda é restrito, e desta forma não vejo a massificação como um problema. No entanto, é necessário que o ensino superior se diversifique para poder atender, com qualidade, a grande variedade de pessoas que querem continuar estudando, sem necessariamente seguir os programas acadêmicos tradicionais”, diz o pesquisador.

Conselho Superior de Universitários
O Conselho Superior de Universitários da Fecomercio, liderado por Rodrigo Mariano, tem como objetivo estimular o debate de temas importantes aos universitários brasileiros, bem como ao Ensino Superior em geral. A entidade atuará na formação de um grupo que possa criar uma identidade baseada na ética, no dinamismo, no comprometimento e na responsabilidade. “Teremos um time fortalecido, capacitado a discutir diversos temas de interesse gerais. A garantia de um futuro melhor para o Brasil passa pelas mãos dos universitários. Nada mais importante do que não apenas alimentar o sonho destes jovens, mas também promover ações que possam transformar seus sonhos em realidade”, afirma Mariano.

Sobre a Fecomercio
A Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Representa 151 sindicatos patronais, que abrangem cerca de 600 mil empresas, um universo que corresponde a 10% do PIB brasileiro e gera em torno de cinco milhões de empregos.

Mais informações:

Assessoria de Imprensa
Adriana Dorante – apdorante@fecomercio.com.br
(11) 3254.1752
Thiago Peres – tperes@fecomercio.com.br
(11) 3254.1754

Comunicação
Rodrigo Padron – rpadron@fecomercio.com.br
(11) 3254.1753


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa