22 de abr de 2009

Kassab inclui visita ao Japão para estreitar relação comercial

O prefeito Gilberto Kassab quer retomar as viagens internacionais, após as eleições de outubro, para avançar a discussão dos acordos comerciais com os países das américas, europeus e orientais, que serão parceiros na nova fase de desenvolvimento econômico da cidade de São Paulo, projetada pela equipe técnica da Prefeitura da Cidade de São Paulo para os próximos anos. Além de garantir a exportação de produtos locais, Kassab quer atrair o turista e o investidor estrangeiro para visitar as belezas e a pujante economia do município, caracterizada principalmente pelo setor de turismo e de serviços...

Denominada "Missão 2009", a visita ao Japão, segundo Kassab, será importante para estreitar as relações de cidades-irmãs entre São Paulo e Osaka, formalizadas desde o final da década de 60 através do intercâmbio técnico, econômico e cultural, para que São Paulo tenha acesso à tecnologia japonesa e, em contrapartida, abra mais um mercado consumidor em potencial nos setores de turismo e de serviços. “Esta viagem visa incentivar investimentos japoneses no Brasil. As relações bilaterais têm de ser fortes, mas com reciprocidade. Criar condições para que empresas japonesas se consolidem no país. E apresento aos membros-associados da Câmara acompanhar a delegação de São Paulo ao Japão e nos transmitir os conhecimentos daquele país”.

O prefeito lembrou que pretende visitar de 11 a 17 de maio Tóquio, Osaka e Nagoia no Japão, e posteriormene também a Coreia do Sul, nas áreas de meio ambiente, turismo e transporte. “Queremos, cada vez mais, nos aproximar destes mercados, preparando nosso município para competir em igualdade de condições com outros centros desenvolvidos do Brasil”, destacou. “Temos a vantagem de ter 11 milhões de pessoas em São Paulo, 2,2 milhões de alunos no ensino público, a somatória do convívio de pessoas de diversos países, diversas regiões do país, sendo São Paulo referência mundial em relações entre povos de diversas origens, que aqui convivem pacificamente, relações estas que talvez não existam em outros locais do mundo (...) O Brasil é um país multiétnico e multicultural, que se destaca por essa riqueza”.

Em Tóquio, o prefeito terá encontros com autoridades e fará visitas técnicas para conhecer o transporte público japonês, destacando-se o Trem de Alta Velocidade (TAV). Um consórcio japonês formado pela Mitsui, Toshiba, Kawasaki e Mitsubishi tem mostrado interesse em participar da licitação prevista para julho deste ano do trem-bala que ligará Campinas-São Paulo-Rio de Janeiro. Devem participar da concorrência seis grupos estrangeiros. Kassab terá também encontros com membros da Jica (Japan International Cooperation Agency). Após Tóquio, a comitiva segue para Osaka para comemorar os 40 anos de irmandade entre as duas cidades, com encontro com o prefeito da província japonesa e demais autoridades locais a fim de discutir assuntos de interesse comum como turismo e Copa do Mundo de 2014 que acontecerá no Brasil. Nagoia será a última cidade a ser visitada pela comitiva onde participará da Expo Business 2009 – Feira Internacional de Negócios e Serviços no Japão, que acontece de 15 a 17 de maio, com uma expressiva participação de empresas brasileiras.

Kassab observou, na palestra, que “nunca um governo pensou o município como indutor do desenvolvimento, em projetar ações e promover programas estratégicos com o objetivo de fortalecer a economia”, e fala da contribuição dos imigrantes japoneses no crescimento de São Paulo e do país. “O povo de São Paulo é testemunho da presença japonesa no desenvolvimento da cidade, e sobretudo do país (...) Nosso reconhecimento da presença japonesa no Brasil, sua contribuição, a visita do príncipe Naruhito no ano passado marca o início dos próximos 100 anos de amizade Brasil-Japão. Encerrado os 100 anos vamos preparar mais 100 anos de convivência (...) São Paulo tem a maior comunidade de japoneses fora do Japão (...) A presença da comunidade japonesa em São Paulo é notória na cultura, na tecnologia, nos estudos (...) Temos muito a aprender com a consolidação da presença de japoneses em São Paulo (...) A participação da comunidade japonesa nas ações e transformações é fundamental. Tenham certeza de que a comunidade japonesa é muito estimada aqui na cidade de São Paulo”, nota o prefeito Gilberto Kassab.

Na palestra aos cerca de 130 membros-associados da Câmara e convidados, o prefeito Kassab lembra que “na concepção de desenvolvimento, o município precisa se afirmar como principal indutor. A consolidação de projetos estratégicos, como o programa de dinamização do empreendedorismo, educação, infraestrutura, turismo e serviços, vai ampliar a arrecadação e gerar empregos, melhorando a qualidade de vida da população (...) São Paulo será uma cidade ágil, voltada ao cidadão, com taxas de desenvolvimento econômico jamais vistas, com redução gradativa dos desníveis socioeconômicos”.


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa