8 de abr de 2009

Apicultores de Gentio do Ouro (BA) expandem produção

Produtores querem obter o Serviço de Inspeção Federal e construir uma casa de mel na cidade

Salvador - A criação de abelhas está se tornando uma atividade cada vez mais difundida no município baiano de Gentio do Ouro, a 589 km de Salvador, na microrregião de Irecê. Segundo o presidente da Associação de Apicultores, Humberto Lopes Gomes, 45 anos, a luta da entidade, que possui 17 associados, é obter o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) e construir uma casa de mel na cidade. “Já reivindicamos ao Governo do Estado o equipamento, pois a atividade tem crescido muito”, afirma o presidente.

A produção atual é de seis toneladas/ano, mas Gentio do Ouro tem potencial para produzir mais. Como ainda não tem o SIF, o mel do município é comercializado apenas nas feiras livres e entre amigos e familiares dos apicultores. Humberto Lopes destaca que este ano quatro municípios da região devem obter o SIF - América Dourada, Central, São Gabriel e Irecê. Com a certificação, o produto pode ser comercializado nos mercados nacionais e ser vendido para a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que geralmente compra a produção de associações e cooperativas para a merenda escolar.

Humberto Lopes destaca o trabalho do Sebrae/BA no apoio aos apicultores de Gentio do Ouro. Além de cursos que abordaram questões técnicas referentes a troca de rainhas e substituição de cera, os apicultores aprenderam noções de gestão e de como comercializar o produto. Atualmente o quilo do mel é vendido na cidade, em embalagens de 30ml, por R$ 8,00 e a própolis por R$ 6,00.

O presidente da associação destaca ainda as missões técnicas das quais os apicultores participaram com o apoio do Sebrae/BA, como o congresso brasileiro do setor, realizado em Belo Horizonte, no ano passado, e também a visita à cooperativa central localizada em Ribeira do Pombal. Humberto conta que foi o pioneiro da atividade na região em 1993, quando ninguém pensava em criar abelhas na cidade. Com o sucesso de sua iniciativa, a idéia se espalhou e a atividade tem crescido significativamente no município. Uma mostra da produção da cidade foi exibida durante o seminário 'Desenvolvimento Econômico Local e os Pequenos Negócios', realizado dia 18 de março, no Golden Palace Hotel de Irecê.

Serviço:
Sebrae na Bahia - (71) 3320-4300
Meu comentário:
Quando leio uma reportagem como esta, minha imaginação voa longe, e muito longe. Não enxergo apenas uma pequena cidade com ares bucólicos, uma vida tranquila, onde todos se conhecem e, muitas vezes formam uma grande família. Vejo toda uma estrutura de produção, gente ganhando dinheiro, belas casas, automóveis do ano, um comércio cheio de vida, escolas de qualidade, hospitais adequados e o nome Brasil, marcado a fogo nos produtos da região. Vejo a indústria do turismo recebendo visitantes dos países mais distantes do mundo querendo conhecer a cidade que produz o mel que eles compram lá longe em seus supermercados ou lojas especializadas. Vejo um sonho que pode se tornar realidade. Basta para isso, que o governo enxerge da mesma forma que eu e coloque o seu comprometimento para que iniciativas como esta floresçam pelo Brasil afora. Tudo pode parecer muito distante, talvez, até uma utopia, mas, o principal, a população de Gentio de Ouro já fez, deu o primeiro passo. O segredo dos homens e mulheres de Comércio Exterior é aprender a não enxergar apenas o que está escrito, mas, a absorver o espírito do que está se propondo através de palavras. Esta é a diferença entre os empreendedores que vêem oportunidades em todas as partes e aqueles que ainda acreditam que elas irão, algum dia, cair do céu.

0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa