6 de abr de 2009

Sebrae em Mato Grosso capacitará empresários bolivianos

Autoridades de Santa Cruz de la Sierra têm interesse em firmar parceria para transferência de tecnologia, qualificação e projetos para desenvolver Bolívia e Mato Grosso

Cuiabá - A direção do Sebrae em Mato Grosso acertou alguns detalhes para ampliar o trabalho de consultoria e capacitação com o governo do Departamento (Estado) de Santa Cruz de la Sierra, a unidade administrativa da Bolívia de maior peso na economia daquele país. A decisão saiu após reunião no fim da semana passada entre o superintendente do Sebrae/MT, José Guilherme Barbosa Ribeiro, e representantes do governo regional de Santa Cruz...

O superintendente disse que a agência de Cáceres e toda a estrutura da instituição no estado estão abertas aos técnicos, empresários e representantes de Santa Cruz para transferência de conhecimento e tecnologia. Estão previstas ações de capacitação em técnicas de empreendedorismo, pequenos negócios como apicultura, ovinocaprinocultura, pecuária leiteira, flores tropicais, turismo e cultura e negócios madeireiros.

"O melhor caminho é fazer uma ou duas reuniões com técnicos, termos um plano de trabalho com responsabilidades, prazos e cronograma, metas definidas e recursos", sugeriu José Guilherme. Ele informou que técnicos do Sebrae podem ir à Bolívia para auxiliar, por exemplo, em projetos de capacitação, ou técnicos do governo de Santa Cruz podem estar em Mato Grosso para o mesmo objetivo.

"No Sebrae, nossa ação é filosófica e prática: o conhecimento tem que ser universalizado. Não é propriedade de uma pessoa, empresa, país ou governo", sintetizou sobre a missão da instituição. "O desenvolvimento do saber é a forma mais democrática de desenvolver o mundo. Vamos abrir o Sebrae para ajudá-los. Precisamos apenas de um termo legal", disse ao dirigir-se à comitiva.

"Nós precisamos de capacitação, temos carência na formação de mão-de obra. Atendemos 41 municípios e 200 comunidades", citou o diretor do Serviço Departamental Agropecuário de Santa Cruz (Sedag), Luís Benjamín Bowles Casal, ao comentar a ligação com o estado brasileiro. "Se nós fizermos parceria, teremos desenvolvimento. A nós falta a experiência do Sebrae, saber do caminho que já percorreram", avaliou sobre potencial conjunto em ações.

Tanto o governo mato-grossense como o departamento boliviano têm um diagnóstico sobre áreas de interesse comum em que podem socializar conhecimento e práticas econômicas que auxiliem o desenvolvimento socioeconômico. Em maio, o governador Blairo Maggi deve visitar Santa Cruz de la Sierra para tratar da integração comercial com a região boliviana.

O delegado de Indústria e Comércio do departamento boliviano, Francisco Cirbian, mencionou que há forte interesse de cada vez mais se estreitar as relações institucionais e de negócios entre sua região e Mato Grosso, o que envolve o Sebrae e que tem aval da visão empresarial dos governadores Blairo Maggi e Rubén Costa Aguilera para estimular a qualificação de pessoas e o comércio exterior entre brasileiros, bolivianos e países latinos. Ele destacou o trabalho importante de interlocução que realiza o secretário Adjunto de Mato Grosso em Brasília, Jefferson de Castro.

Entre essas ações, afirmou Cirbian, haverá, em setembro, na Expocruz, uma reunião de governadores da Bolívia, do norte da Argentina, do Chile, México e Colômbia. "Temos plano este ano para promover encontro de negócios com o norte da Argentina, em Jujuy, Salta. No final de abril, vamos ter vôos de San Matias (divisa de Mato Grosso com a Bolívia) a Santa Cruz. Os empresários do Brasil podem ter essa opção de transporte", elencou Cirbian sobre as ações de incentivo à relação bilateral Bolívia-Mato Grosso.

O delegado de comércio de Santa Cruz também afirmou que gostaria de "saber como o Sebrae apóia empresários para participar de feiras", pois a Câmara de Indústria e Comércio do departamento (Cainco), junto com o governo regional, pretende levar empresários em missão à China em novembro. "Queremos mostrar que Santa Cruz é diferente do que se diz da Bolívia. É um governo empreendedor, com economia da pecuária, de serviços e parque industrial", listou algumas bases de negócios do departamento.

O governador da província de Angel Sandoval, que compõe o departamento cruzense, Aldo Vaca Rapp, sugeriu que um plano de trabalho comum entre Mato Grosso e Santa Cruz contemple capacitação e incentivo ao pequeno empresário, foco do trabalho do Sebrae. "A nossa região na Bolívia tem potencial de madeira certificada e precisamos dar valor agregado a esse produto. Temos a possibilidade de levar o Sebrae a San Matias", afirmou Aldo.

Serviço:
Sebrae/MT - (65) 3648-1262


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa