5 de mar de 2009

Terras árabes em filme brasileiro

Agência de Notícias Brasil-Árabe
O diretor gaúcho Paulo Nascimento conclui em julho o longa-metragem 'Em Teu Nome'. O filme conta a história de um estudante, exilado político brasileiro, que viveu na Argélia na década de 70.
Isaura Daniel isaura.daniel@anba.com.br

Brasileira espera filho durante exílio na Argélia
São Paulo – Era a década de 70. Um casal de jovens brasileiros, Boni e Cecília, e seu filho pequeno estão na Argélia. Ali eles são exilados políticos. A casa na qual vivem é boa, mas as informações sobre o Brasil quase não chegam. A moça, grávida, tenta adaptar seu jeito de mulher ocidental aos costumes de um país muçulmano. Esse cotidiano faz parte do filme “Em Teu Nome”, do diretor gaúcho Paulo Nascimento, que deve estar pronto até julho.

O longa-metragem, cujas filmagens já foram realizadas, retrata a história de um estudante de engenharia que se envolve na luta armada nos anos 70, no Brasil, e que depois de preso acaba exilado. O roteiro, porém, não tem como foco a ditadura. “É mais uma história de amor em tempos difíceis do que uma história política”, diz Nascimento. A namorada do estudante o segue em seus exílios, que passam pelo Chile, Argélia, França.

O estudante é um rapaz pobre, filho de açougueiro, que conseguiu entrar na universidade. No colégio participou do movimento estudantil e na universidade não teve como não se envolver com a luta armada. Foi pego durante um assalto para angariar fundos para o movimento, mas depois teve a liberdade concedida, junto com outros presos, em troca da libertação de um embaixador. Ali começou o exílio. E a história de amor.

Filmagens foram feitas em locais urbanos do Marrocos
O filme é baseado em uma história real. A filmagem, porém, da passagem pela Argélia, foi feita no Marrocos, com a ajuda de um produtor inglês. De acordo com Nascimento, a equipe já estava filmando na França e não pôde aguardar uma data a ser indicada pelos argelinos, como pedia a embaixada, que tardou na resposta. Por isso a alternativa foi gravar em Casablanca. As cenas foram feitas em locais neutros, urbanos.

Nascimento diz que ficou surpreso com o que viu no Marrocos. “Me senti mal quando cheguei lá pela minha ignorância sobre a região”, afirma o diretor. Nascimento tinha a informação de que o Marrocos era o mais aberto dos países, entre os árabes, e com pouquíssimos dados além desse, desembarcou no país. “Me senti despreparado”. Mesmo assim, achou irresistíveis os atrativos das medinas, como os tapetes, as caixinhas. “Dá vontade de comprar tudo”, diz Nascimento.

O filme, o diretor

Paulo Nascimento já fez três longas-metragens
O filme “Em Teu Nome” deve ficar pronto em julho deste ano. Dali até o primeiro semestre do ano que vem vai concorrer em festivais internacionais. Uma das metas é inserir a produção no Festival de Marrakesh. No segundo semestre de 2010, será passado em circuito comercial, no Brasil e exterior, de acordo com a receptividade que encontrar nos festivais. Nos papéis principais estão os atores Leonardo Machado e Fernanda Moro.

Paulo Nascimento, à frente da Accorde Filmes, tem três longas metragens filmados: Diário de um Novo Mundo, Valsa para Bruno Stein e A Casa Verde, que é infantil e será lançado em julho deste ano. Ele também dirigiu curtas, minisséries e fez mais de 100 filmes publicitários, videoclipes e DVDs, entre eles Ney Matogrosso Interpreta Cartola e Chitãozinho e Xororó em Garibaldi. Nascimento é natural da cidade de Gramado.

0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa