9 de abr de 2009

Estudantes mineiros brilham em competição em Nova York

Alunos da Escola Técnica do Sebrae em Minas ganham 1º e 3º lugares no Global Business Challenge

Belo Horizonte - Pelo segundo ano consecutivo, alunos da Escola Técnica de Formação Gerencial (ETFG) de Belo Horizonte venceram o Global Business Challenge, desafio internacional de empreendedorismo. Com apenas 17 anos, Matheus Rigueira de Azevedo liderou a equipe vencedora, e Paulo Rodrigues Arantes comandou o grupo que conquistou o 3º lugar na competição. Os estudantes concorreram com mais de 80 jovens de 12 países, entre os dias 23 e 26 de março, em Nova York...

Durante quatro dias, os estudantes colocaram em prática conhecimentos sobre marketing, estratégias e oportunidades de negócio. Eles analisaram a situação real da instalação, na Índia, de uma fábrica suíça de peças de elevadores. O desafio era avaliar o cenário econômico, as estratégias e o perfil da empresa, as adversidades culturais dos executivos, para reduzir prejuízos e gerar maior lucratividade.

Os sete brasileiros que participaram do desafio foram separados em grupos formados por jovens de diferentes nacionalidades. Cada equipe teve duas horas e meia para discutir o caso, em inglês. Os juízes avaliaram o comportamento dos estudantes, a performance profissional, o raciocínio e o relacionamento. “A maior dificuldade foi fazer com que o grupo tivesse um consenso”, lembra Matheus Rigueira.

Para o estudante Paulo Rodrigues a competição foi uma oportunidade para colocar em prática o que aprendeu na sala de aula e poder lidar com as diferenças. “Mostramos que não perdemos em nada para os estrangeiros, pelo contrário, temos conhecimento suficiente para enfrentar qualquer desafio, mesmo com estudantes mais velhos e universitários”, conta Paulo.

A participação dos brasileiros foi destacada pelo presidente da Wise, empresa organizadora do evento, Phillis Frankfurt. Durante a premiação ele parabenizou a atuação e o entusiasmo dos brasileiros.

Bons resultados

O jogo foi promovido por uma das principais consultorias empresariais dos EUA, a Merrill Lynch. Participaram do desafio alunos do Ensino Médio e Superior, entre 16 e 22 anos. “São os bons resultados que firmam a Escola Técnica do Sebrae como uma das melhores do país”, avalia o diretor superintendente do Sebrae/MG, Afonso Maria Rocha.

Com uma metodologia pedagógica que associa as disciplinas básicas do ensino médio à formação técnica em administração, a Escola Técnica do Sebrae estimula a aproximação acadêmica e profissional, preparando jovens para o exercício do empreendedorismo, da cidadania e das relações humanas. “É um conhecimento que iremos levar para o resto das nossas vidas”, diz o estudante Matheus Rigueira.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa