9 de abr de 2009

Exportações de dez estados crescem em março

No mês de março deste ano, dez estados brasileiros – Espírito Santo, Minas Gerais, Alagoas, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Pará, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul – registraram crescimento das vendas externas, diferentemente da média nacional que caiu 6,4% em relação o mesmo mês de 2008.

Na performance regional, as vendas internacionais do Centro-Oeste e Norte apresentaram crescimento, com índices de 45,3% e 26,9%, em detrimento das demais. Os dados referentes às operações de comércio exterior das 27 unidades da federação em março foram divulgadas hoje (9/4) no site do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (www.desenvolvimento.gov.br)...

No mês, as exportações brasileiras somaram US$ 11,8 bilhões, valor 6,4% menor que o verificado em março de 2008 (US$ 12,613 bilhões). Na mesma comparação, as importações brasileiras registraram retração de 13,7%, ao sair de US$ 11,624 bilhões de janeiro a março de 2008 para US$ 10,037 bilhões no mesmo período deste ano.

Exportações

No Sudeste brasileiro, as exportações do Espírito Santo (US$ 491,7 milhões) e de Minas Gerais (US$ 1,563 bilhão) encerram março com crescimento de 19,6% e 9,4%, respectivamente. O estado de São Paulo embarcou US$ 3,71 bilhões e junto com o Rio de Janeiro (US$ 655,5 milhões) apresentou decréscimo com relação ao mesmo período de 2008 (-17,9% e -13,9%). Na média, foi observado um decréscimo de 9,5% no período de comparação.

Os três estados integrantes da Região Sul fecharam o período de março com decréscimo de 22,1%, em comparação com 2008. A região segue como a segunda maior exportadora do país, com vendas internacionais em março de U$ 2,2 bilhões.

Na Região Nordeste, quatro entre os nove estados apresentaram índices de crescimento de exportação com relação a março de 2008. O estado do Piauí (US$ 18,9 milhões) e atingiu 310,9% de incremento sobre o mesmo período do ano passado. Os demais estados com índices positivos foram: Alagoas (+36,4%), Rio Grande do Norte (+28%) e Maranhão (+23,7%), com exportações de US$ 94 milhões, US$ 28,8 milhões, US$ 122,6 milhões, respectivamente.

No Norte do país o estado do Pará permanece no primeiro lugar do ranking regional com exportações em US$ 792,3 milhões, o que representou uma variação positiva de 42,7% sobre março de 2008. As exportações da região encerram março com crescimento em relação ao mesmo mês do ano anterior (+26,9%), com embarques de US$ 919,5 milhões.

A Região Centro-Oeste registrou o maior índice de aumento das vendas internacionais do período em comparação, com 45,3% com exportações no valor de US$ 1,302 bilhão. O estado do Mato Grosso vendeu US$ 902,8 milhões, enquanto Goiás, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal encerram o mês com US$ 262,5 milhões, US$ 127,1 milhões e US$ 10,3 milhões, respectivamente.

Importações

A Região Sudeste registrou, em março, importações no valor de US$ 5,974 bilhões. Espírito Santo (US$ 590,8 milhões) e Rio de Janeiro (US$ 831,1 milhões) obtiveram crescimento de 1,6% e 15,7% respectivamente, em relação ao mesmo mês do ano passado. Minas Gerais (-13,8%) e São Paulo (US$ -8%) encerram o período com operações de US$ 476,8 milhões e US$ 4,075 bilhões, na ordem.

No Sul do país, o mês encerra em desembarques internacionais no valor de US$ 1,815 bilhão, o que representa um índice negativo de 29,2% em relação a igual período do ano anterior. O estado que apresentou maior queda foi o Rio Grande do Sul (-47,5%) com importações em US$ 610,9 milhões.

No Nordeste brasileiro, cinco estados apresentaram índices positivos de desembarques internacionais: Alagoas (+110,6%), Ceará (+48,7%), Paraíba (+45,3%), Pernambuco (+19,3%) e Piauí (+40,8%), com compras de US$ 9,9 milhões, US$ 129,2 milhões, US$ 45,2 milhões, US$ 156,2 milhões e US$ 6,9 milhões, respectivamente. No entanto, a região permanece em queda na comparação com o mesmo período de 2008, com o índice de 35,9% menor e importações no valor de US$ 879,8 milhões.

A Região Norte registrou queda de 24,2% nas compras internacionais, com importações de US$ 626,6 milhões. Dois estados apresentaram índices negativos na região – Amapá (-53,6%) e Amazonas (-35%). Apesar da queda, o estado do Amazonas manteve a liderança da região, com desembarques de US$ 493,3 milhões no período de análise.

O Centro-Oeste foi a única região com variação positiva na comparação com março de 2008 (+28,1%), em virtude de importações no valor de US$ 735,4 milhões. No entanto, o estado do Mato Grosso obteve desempenho negativo de 80,1%. Os estados do Mato Grosso do Sul (US$ 339,2 milhões), Goiás (US$ 271,2 milhões) e Distrito Federal (US$ 115,4 milhões) apresentaram os seguintes índices de crescimento: 40%, 25% e 72,5%, respectivamente.


Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa