27 de abr de 2009

Brasil busca novas parcerias internacionais no agronegócio

O secretário adjunto da SRI, Lino Colsera, explica que o objetivo da missão é a abertura e manutenção de mercados, bem como o intercâmbio de tecnologias.
Com a missão de estabelecer comércio bilateral com potências do continente asiático, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) encaminha para o Japão, Coreia, Filipinas e Indonésia, uma equipe de técnicos da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI). A visita da delegação brasileira acontece de 27 de abril a 8 de maio.
No caso do Japão, Coreia e Filipinas, os setores da carne (bovina, suína e de frango), frutas e produtos lácteos estarão no centro das discussões. “Evoluímos muito nas negociações após o reconhecimento de Santa Catarina como zona livre de febre aftosa sem vacinação, em 2007. O status foi concedido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e atende a condição exigida por esses países”, considera.

Já no caso da visita à Indonésia, a equipe brasileira vai participar da 3ª reunião do Comitê Consultivo Agrícola (CCA) Brasil-Indonésia, para tratar de temas do setor agropecuário, incluindo questões sanitárias e fitossanitárias. A Indonésia ainda demonstrou interesse em trocar informações com o Brasil sobre a produção de cana-de-açúcar, etanol e soja.

Participam da reunião profissionais da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). “A Embrapa quer estreitar a relação com a Indonésia para tomar conhecimento das técnicas avançadas de produção e cultivo da palma e pinhão manso, culturas que podem agregar muito ao agronegócio nacional”, informou Colsera.

Atualmente, um terço do consumo mundial de óleo é derivado da oleaginosa, que além de ser considerado mais benéfico à saúde por não conter gordura trans, pode ser utilizado na produção de biocombustível. O Brasil conta com uma variedade nativa de palma chamada Caiué, que produz resultados com significativo potencial econômico e possibilita o reflorestamento em áreas degradadas.



0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa