12 de mar de 2009

20 editoras brasileiras vão a Bolonha, na Itália, para mostrar o que há de melhor na literatura infantil

Voltada para editores de livros infanto-juvenis, Feira do Livro de Bolonha é uma oportunidade para mostrar a qualidade das publicações nacionais nesse segmento. Editoras brasileiras participam do evento com apoio da Apex-Brasil, Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e Câmara Brasileira do Livro. Ao todo, serão apresentados mais de 1.000 títulos.

De 23 a 26 de março, um grupo de 20 editoras brasileiras estará na Itália para participar do mais importante evento internacional dedicado ao segmento de livros infantis e juvenis: a Feira do Livro para Crianças de Bolonha (Fiera del Libro per Raggazzi). Em 2008, a feira contou com a participação de 1.300 expositores, sendo 1.200 provenientes de 69 países, e de cerca de 5 mil profissionais do setor.

A partir deste ano, com o apoio do convênio Brazilian Publishers, assinado entre a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e a Câmara Brasileira do Livro (CBL), a participação brasileira em Bolonha ganha mais visibilidade. Nesta edição, o estande terá uma área de 96 m2 – o dobro da última edição, além de um projeto de comunicação visual mais moderno e atraente. Ao todo, as editoras brasileiras irão apresentar um catálogo com mais de 1.000 títulos, totalizando 2.132 exemplares.

A organização do estande coletivo do Brasil no evento também conta com a parceria da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). São parceiros institucionais o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e a Fundação Biblioteca Nacional (FBN).

Tradição
A participação do Brasil na Feira de Bolonha já é uma tradição, principalmente por conta do apoio da FNLIJ, que há anos divulga os livros das editoras brasileiras na cidade italiana. A Cosac Naify, por exemplo, participou pela primeira vez da Feira de Bolonha na edição de 2007, quando recebeu a Menção Honrosa na categoria Novos Horizontes, pelo livro "Lampião & Lancelote", escrito e ilustrado por Fernando Vilela. No ano passado, a editora também marcou presença no evento e este ano participa com o apoio da FNLIJ e do convênio entre a Apex e a CBL, levando para Bolonha um catálogo com 37 títulos.

Para Isabel Lopes Coelho, editora de livros infantis e juvenis da Cosac Naify, a feira é um ambiente muito estimulante, não apenas pela variedade de editoras presentes do mundo inteiro, mas pela possibilidade de conhecer autores, novas editoras e ilustradores. “É uma feira muito simpática, onde os negócios são feitos de maneira prazerosa. Por isso, voltamos em 2008 e estaremos presentes em 2009, com o apoio da FNLIJ e do Projeto CBL-Apex, que possibilitarão expor o nosso catálogo e oferecer títulos ao mercado estrangeiro”.

Outra habitué da Feira de Bolonha é a editora executiva da DCL, Otacília de Freitas. Este ano, a empresa vai apresentar 30 títulos no evento, na expectativa de vender direitos autorais de suas obras. Na outra mão, segundo a editora da DCL, Bolonha também oferece a oportunidade de conhecer autores que a editora pode vir a publicar no Brasil. “O mais importante de tudo é descobrir as tendências que nos próximos anos estarão nas prateleiras do mundo todo. Lá são apresentados os principais lançamentos do ano. Retorno ao Brasil com a mala cheia de livros e a cabeça repleta de ideias”, conta Otacília.

Com 25 títulos na bagagem, a Pallas faz sua estreia na Feira de Bolonha. Segundo a editora Mariana Warth, a agenda de reuniões com empresários estrangeiros está cheia e a perspectiva é de fazer muitos negócios durante os quatro dias do evento. “O projeto Apex-CBL é um grande incentivador, possibilitando que a editora esteja presente de forma viável e bem apresentável. Um estande bonito, catálogos, essas coisas sempre contam para quem quer fazer negócio. O catálogo da Pallas na área infantil tem conteúdo focado na cultura brasileira e acho que isso é interessante para atrair o comprador internacional”, ressalta Mariana.

A Feira
Em sua 46ª edição, a Feira do Livro para Crianças de Bolonha reúne editores, autores, ilustradores, agentes literários, além de produtores de filmes e TV, distribuidores, gráficas e livrarias, oferecendo a todos a oportunidade de comprar e vender direitos autorais. Além disso, é uma chance para encontrar editores e produtos de multimídia do segmento infantil; fazer networking; descobrir novos negócios e oportunidades; e discutir as novas tendências do setor.

O evento oferece uma série de atividades para os visitantes. Um dos pontos altos da Feira de Bolonha é a Mostra de Ilustradores, que é realizada desde 1967. A Mostra fornece uma visão geral das tendências da ilustração infantil no mundo, a partir de trabalhos de artistas prestigiados e novos talentos. As obras são selecionadas por um júri internacional composto de editores, artistas e diretores de museus. Para a edição deste ano, foram selecionados trabalhos de 81 ilustradores.

Uma boa opção para quem deseja entender os rumos da ilustração infantil é o Café dos Ilustradores, um tipo de Café Literário onde as pessoas se reúnem para debater as novidades do setor, conhecer editores, escritores e artistas e descobrir revelações da ilustração infantil de outros países. A programação inclui uma reunião com os membros do júri da Mostra de Ilustradores, que explicam os motivos de suas escolhas.

Outro destaque da Feira de Bolonha é o Centro de Agentes Literários, um espaço reservado para a compra e venda de direitos autorais. O Centro presta assistência profissional qualificada e personalizada aos agentes literários. Uma vez inscrito no Centro, o editor tem acesso direto ao catálogo dos expositores presentes na feira, além de uma série de serviços disponíveis. Mais informações sobre o evento no site www.bookfair.bolognafiere.it.

Editoras participantes do estande do Brasil em Bolonha:

1. Ática
2. Biruta
3. Brinque-Book
4. Callis
5. Cia das Letrinhas
6. Cosac Naify
7. DCL
8. Edições SM
9. Escala
10. FTD/Quinteto
11. Gente
12. Global
13. Manati
14. Melhoramentos
15. Mercúryo Jovem
16. Moderna
17. Pallas
18. Rocco
19. Scipione
20. W/MF Martins Fontes


Mais informações para a imprensa com
Ivani Cardoso – ivanicardoso@lufernandes.com.br
Marcelo de Andrade – marcelo@lufernandes.com.br

Lu Fernandes Escritório de Comunicação
11-3814-4600


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa