12 de mar de 2009

Restrição a transporte de líquidos em voos pode acabar no R.Unido

O Governo britânico pretende revogar daqui a alguns meses, ainda que apenas em poucos aeroportos do Reino Unido, as atuais restrições sobre o transporte de líquidos na bagagem de mão, aproveitando a chegada de aparelhos de inspeção mais sofisticados.

Com isso, os passageiros não ficarão limitados a frascos de 100 mililitros e poderão comprar, por exemplo, garrafas de bebidas alcoólicas como no passado sem temer que sejam confiscadas, informa hoje o diário "The Times".

A proibição de transportar líquidos na bagagem de mão foi imposta pelas autoridades britânicas, e depois em outros países, em agosto de 2006 após a descoberta de um suposto plano terrorista para realizar ataques em sete voos transatlânticos.

A restrição representou para aviação britânica um custo de mais de 110 milhões de euros em investimentos em novas medidas de segurança.

Segundo o jornal, que cita fontes ligadas ao Governo, a proibição cairá unicamente em aeroportos que possuam aparelhos de raios X capazes de distinguir líquidos normais dos que podem ser usados com explosivos.

"Os aeroportos terão que mostrar que investiram nessa tecnologia", explicaram as fontes.

Agência EFE


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa