4 de mar de 2009

Exportação e Logística do Etanol - Evento

A expectativa de liderar a exportação mundial de Etanol já provoca entre o setor de exportação e logística do etanol uma intensa corrida para superar importantes desafios, como oferecer logística eficaz e integrada, melhorar a imagem do produto nacional entre os importadores, estreitar relações comerciais e reduzir de barreiras tarifárias.
Nesse momento estratégico e decisivo para o desenvolvimento econômico do setor, o Seminário Opera Mundi Exportação e Logística do Etanol: caminhos para a consolidação da exportação mundial aborda questões emblemáticas para o escoamento de todo esse potencial de exportação.
O encontro reúne os principais representantes do setor sucroalcooleiro para definir como será a rápida estruturação dos três pilares da sustentabilidade: econômico, social e ambiental. O objetivo do seminário é apresentar soluções e mostrar alternativas para que o Etanol brasileiro supere obstáculos e seja o principal fornecedor mundial.
Saiba, na avaliação da União Européia, quais são as peculiaridades e exigências dos 27 países do grupo europeu e também do disputado mercado japonês. Esclareça com a Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) quais são os recentes posicionamentos adotados pela crescente demanda mundial do etanol.

Conheça como a Brenco (Companhia Brasileira de Energia Renovável)
avalia a integração logística como fator diferencial para as exportações. Em quanto tempo o alcooduto será solução definitiva para a redução de custos para o usineiro? Quais são as novas rotas alternativas para o transporte terrestre?

Descubra as inovadoras estratégias da Unica para alinhar a imagem do etanol brasileiro no mundo e desmistificar a competição com alimentos.

Avalie também as novas oportunidades do zoneamento agrícola e as modificações da capacidade de atendimento ao mercado interno com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Conheça as orientações da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) na adequação da regulação e certificação.

Analise as oportunidades e planos de investimento que o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) disponibiliza para o setor de logística do etanol. Quais são as linhas de crédito mais vantajosas para expansão dos seus negócios?

Participe desse seminário Opera Mundi e conheça as melhores alternativas para promover cada vez mais as exportações em seus negócios. Prepare-se para detectar, aproveitar e viabilizar as metas corporativas às novas tendências de mercado.
Temas a serem abordados:

* Exportação X consumo interno
* Crise mundial X exportações
* Vantagens competitivas do álcool brasileiro
* Sustentabilidade e questões sociais
* Estratégias de melhoria na logística
* Exportação ao mercado japonês
* O mercado europeu frente às emissões de gases
* Certificação do etanol e produção da cana-de-açúcar
* Construção de alcoodutos
* Barreiras Tarifárias
Palestrantes:

João José Soares Pacheco

Palestra: Mercado Japonês e Europeu: As peculiaridades e exigências destes mercados.

Embaixador chefe da Delegação da Comissão Européia em Brasília é responsável por todas as relações internacionais do domínio agrícola com a América Latina, países mediterrâneos e do Golfo Pérsico, sudeste da Europa (incluindo a Turquia), o Alargamento da União Européia e a coordenação da Nova Política de Vizinhança da UE. Coordenou uma rodada das negociações agrícolas com o Mercosul, a preparação do itinerário para a liberalização dos intercâmbios agrícolas com os países mediterrâneos e concluiu as negociações de adesão à União Européia no capítulo agrícola com a Romênia e a Bulgária.





Eduardo Leão

Palestra: Melhorando a imagem do Etanol brasileiro: Como apresentar nosso produto como sustentável e desmistificar a competição com alimentos?

Diretor-Executivo da UNICA (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) desde Setembro 2007. Foi Economista Sênior, Coordenador Regional dos Programas em Agricultura e Meio-Ambiente do Banco Mundial em Washington, entre 2003 e agosto de 2007. Entre 1999 e 2003, foi Coordenador-Geral de Produtos Agrícolas e Agroindustriais do Ministério da Fazenda. Coordenou a Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (FAESP), atuou como pesquisador da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), da Universidade de Sao Paulo (FEA/USP) e como professor dos cursos de MBA do Programa de Estudos dos Negócios de Sistemas Agroindustriais, PENSA/USP. É engenheiro-agrônomo e Doutor em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, ESALQ/USP.





Eduardo Caldas

Palestra: Posicionamento estratégico frente à demanda mundial do Etanol.

Engenheiro Agrônomo pela Universidade de Brasília e Mestre em Economia Agrícola pela Universidade de Obihiro (Japão). Há 4 anos na ApexBrasil, gerencia diversos projetos e convênios para promoção de produtos do Agronegócio brasileiro no exterior. Atuou como analista de tendências do agronegócios em empresas B2B, promoveu projetos inovadores entre empresas privadas e ONGs internacionais. Participou de missões de cientistas, missões comerciais e feiras em países da África, Ásia, Europa, Américas e Oceania.





Satoshi Awaya

Palestra: Mercado Japonês e Europeu: As peculiaridades e exigências destes mercados

Especializado estudos estrangeiros pela Universidade de Tóquio entre 1984-1990. Atuou na Nissho Iwai Corporation (atual Sojitz Corporation) na área de projetos de energias e químicos, exportando máquinas e equipamentos e facilitando transações financeiras entre Japão, Europa e América Latina. Em 1998 assumiu o cargo de Diretor do Departamento de Indústria Petroquímica e também acumulou o cargo de conselheiro da Trikem S.A. e da Polialden Petroquímica S.A. (atual Braskem) até 2003. Em 2004 foi transferido para a matriz da Nissho Iwai Corporation em Tóquio onde trabalhou até dezembro de 2007. Em janeiro de 2008 voltou a São Paulo onde assumiu o cargo de Vice-Presidente do Conselho de Administração da ETH Bioenergia S.A. e também o de Diretor de Bio-Energia, da Sojitz do Brasil S.A.





José Newton Vieira

Palestra: Crescimento das Exportações X Capacidade de Atendimento ao Mercado Interno

Graduado em Economia pela Universidade Federal de Viçosa e mestrado em Economia Industrial e Tecnologia pelo Instituto de Economia Industrial – UFRJ. É Membro da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental desde 1998, ocasião em que foi cedido pelo Ministério do Planejamento ao Ministério da Agricultura. Trabalha no Departamento da Cana-de-açúcar e Agroenergia desde maio de 2001, onde ocupa o cargo de Assessor e também o de Diretor-Substituto.





Artur Milanez

Palestra: O apoio do BNDES aos investimentos do setor sucroalcooleiro

Mestre em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atua no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), desde 2004, nas seguintes funções: Analista de projetos de investimento para implantação, modernização e ampliação de ativos produtivos fixos, Gerente da Área Industrial: levantamento e acompanhamento de informações setoriais para o Departamento de Biocombustíveis, Analista da Área Industrial: avaliação de projetos de investimento no Departamento de Agroindústria e Analista da Área Social: avaliação de projetos de investimento para dinamização econômica da região Nordeste. Também acumula as funções de Analista de projetos de investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) tecnológica da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), superintendente da Área de Agronegócios e Chefe do Departamento de Planejamento da Área de Agronegócios: elaboração de programas de apoio financeiro a projetos de PD&I.





Adriano Dalbem

Palestra: Integração Logística como fator de diferencial para as exportações

Formado em Economia (UFRGS) e Direito (PUC-RS), com Mestrado em Administração (COPPEAD-RJ) e Pós-graduação em Transportes (COPPE-RJ), com atuação com mais de 14 anos na Shell Brasil na área de Distribuição e Suprimentos. Atualmente Diretor de Logística da Brenco – Companhia Brasileira de Energia Renovável.





Edson Menezes da Silva

Palestra:Crescimento das Exportações X Capacidade de atendimento ao mercado interno

Superintendente Abastecimento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). O Economista graduado pela faculdade de Economia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) foi Assessor Especial do Governador para Assuntos de Regulação no Rio Grande do Sul, Secretário de Estado de Obras Publicas e Saneamento também do Rio Grande do Sul Secretário de Captação de Recursos e Cooperação Internacional do Município de Porto Alegre.





Sergio Van Klaveren

Palestra: Posicionamento estratégico frente à demanda mundial do Etanol.

Administrador de empresas, com cursos de extensão em Gestão Avançada pela Fundação Dom Cabral, Planejamento Estratégico pela Michigan University e MDP (Master Development Program) em Sherwood-UK. Atualmente é presidente da Uniduto Logística S.A., empresa fundada em 2008 por um grupo de produtores de etanol, que congrega quase 80 usinas em todo o Brasil. Em 2006 atuou como CEO da Solutions Group, empresa especializada em Recursos Humanos. De 2002 a 2005, foi diretor presidente da Petroflex, empresa reconhecida como a maior produtora de borrachas sintéticas da América Latina. Em 2000 foi diretor presidente da Oxy Vulcan Material Plástico empresa conhecida como a maior fabricante de PVC.

0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa