3 de abr de 2009

Projeto entre Apex-Brasil e Câmara de Comércio Brasil-Índia terá fórum de executivos, road shows em cidades indianas e vinda de compradores ao Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Câmara de Comércio Brasil-Índia promoveram na quarta-feira, 1º de abril, o lançamento do projeto “Brasil-Índia: Grandes Países, Grandes Negócios”. O evento foi realizado no Hyatt, em São Paulo. Atualmente, a corrente de comércio entre Brasil e Índia – um dos mercados prioritários da Apex-Brasil em 2009 – é de US$ 4,6 bilhões. Os dois países querem elevar o número para US$ 10 bilhões em 2010...

Em 2007, o Brasil exportou US$ 957,854 milhões para a Índia. Este número passou para US$ 1,102 bilhões no ano passado, o que representa crescimento de 15,08%. Em janeiro e fevereiro de 2009, as vendas externas para o país asiático já atingiram a cifra de US$ 203,388 milhões. Dentre os principais produtos comercializados do Brasil para a Índia estão açúcar em cana (US$ 109,974 milhões), sulfetos de minério de cobre (US$ 21,211 milhões), minérios de cobre e seus concentrados (US$ 15,489 milhões), óleo de soja (US$ 13,053 milhões), amianto (US$ 5,481 milhões) e bombas injetoras de combustível (US$ 3,670 milhões).
Entre as ações do projeto estão previstos road shows, fóruns e rodadas de negócios, além da vinda de compradores indianos para eventos no Brasil. “Queremos apresentar oportunidades de negócio não de um setor em geral, mas de um serviço ou produto específico, que tenha demanda na Índia”, explica Gilberto Lima, coordenador da área de mercados regionais da Apex-Brasil.

Entre 27 de abril e 6 de maio a Agência realizará um road show em sete cidades indianas (Nova Délhi, Mumbai, Chemai, Bangalore, Pune, Indore e Hyderabat – estas duas últimas a confirmar) mostrando oportunidades de negócios específicas do interesse de cada região. Ao todo, seis setores serão priorizados nas ações: tecnologia da informação (TI), alimentos processados, biocombustíveis, medicamentos e infraestrutura e logística. Para cada segmento haverá uma abordagem particular, chamada “ponto de refinamento”, indicando detalhes do mercado para um produto específico dentro do setor.

Em outra ação do projeto, está prevista, de 18 a 21 de maio, a vinda de representantes de cinco empresas indianas para a APAS, grande feira de supermercados que acontece anualmente em São Paulo. E, ainda em 2009, será organizado um fórum de chefes executivos (CEOs) de Brasil e Índia, do qual devem participar os 15 mais importantes executivos dos dois países. Paralelo ao encontro, acontecem rodadas de negócios.

Por fim, no segundo semestre, empresários brasileiros participarão de duas feiras na Índia, além de um seminário sobre etanol, a ser ministrado por empresas nacionais e parceiras indianas.

Fonte: Portal Apex





0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa