1 de mar de 2009

Chile reconhece sete Estados como livres de febre aftosa

Portal do agronegócio - Estadão Online
O governo do Chile reconheceu os rebanhos bovinos dos Estados de Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Paraná como livres de febre aftosa, informou na quinta-feira (26) a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec).

O Chile também referendou o status sanitário do Rio Grande do Sul, que já era reconhecido como livre da doença. Nos últimos anos, só os gaúchos tiveram acesso ao mercado do Chile, que tradicionalmente importa corte nobres de carne bovina, de maior valor.

O diretor executivo da Abiec, Otavio Cançado, explicou que as vendas de carne bovina dos sete Estados para o mercado do Chile estavam suspensas desde o final de 2005, quando foram diagnosticados focos de febre aftosa no extremo sul de Mato Grosso do Sul e no Paraná. Até então, o Chile estava na lista dos principais importadores de carne bovina do País.

Ele calcula que o potencial de vendas do Brasil para esse mercado é de cerca de 100 mil toneladas por ano. A partir de agora, a expectativa dos exportadores brasileiros é com a publicação da lista de frigoríficos aptos a vender para o Chile. O nome das plantas será definido pelo governo chileno.

0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa