18 de mar de 2009

Banco Central dos Emirados vai cortar juros

Da redação*
São Paulo – O Banco Central dos Emirados Árabes Unidos vai implementar um plano de corte na taxa de juros praticada no país, entre outras medidas. O anúncio foi feito ontem (17) pelo presidente da instituição, Sultan Nasser Al Suwaidi, e divulgado pelo site de notícias Emirates Business 24/7.

A medida tem como meta minimizar a desaceleração econômica causada pela falta de liquidez resultante da crise financeira internacional.

"O plano está quase pronto e os detalhes serão anunciados em breve", afirmou Al Suwaidi. "As medidas vão ajudar a estimular a economia dos Emirados", acrescentou.

O presidente do banco não revelou de quanto será o corte, mas disse que "a taxa não será reduzida a zero, como aconteceu nos Estados Unidos. Pretendemos introduzir e manter uma taxa de juros baixa".

"Os depósitos estão voltando aos bancos e a liquidez está voltando de forma gradual, mas precisamos de tempo para implementar as decisões e introduzir as regras que já definimos", disse Al Suwaidi.

Ele afirmou que o Banco Central quer isolar o setor bancário dos Emirados do sistema financeiro global, e assim blindar a economia do país árabe contra qualquer crise internacional futura. No entanto, Al Suwaidi afirmou que o dirham (moeda do país) vai permanecer atrelado ao dólar.

"Quando afirmei que queria isolar nosso sistema econômico do sistema financeiro global, eu queria dizer que devemos nos isolar de ferramentas perigosas que vinham sendo utilizadas pelos nossos bancos para financiar o boom econômico recente", declarou Al Suwaidi.

"Precisamos minimizar nossa exposição a essas ferramentas perigosas, mas o desatrelamento está fora de questão no momento, porque o dólar ainda é a maior moeda para comércio e investimento no mundo, e não existe alternativa", disse Al Suwaidi.

O presidente do BC dos Emirados disse ainda que, no futuro, a política bancária e monetária dos Emirados terá como meta garantir a expansão do crédito com baixas taxas de juros.


0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa