14 de abr de 2009

Pequenos e médios empresários brasileiros buscam novos mercados na Feira de Hannover

Nos dias 17 a 26 de abril, um grupo formado por pequenos e médios empresários brasileiros visitará a Feira de Hannover (Alemanha), considerada o mais importante evento mundial em tecnologia industrial. A meta dos empresários é captar novos mercados na Europa e, com isso, intensificar o processo de internacionalização de suas empresas. Organizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a missão faz parte do Projeto de Apoio à Inserção Internacional de Pequenas e Médias Empresas Brasileiras (PAIIPME), financiado pela União Europeia e executado pela a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). A oportunidade é valiosa para as pequenas e médias empresas, tendo em conta as conhecidas dificuldades que enfrentam para entrar no mercado exterior, principalmente em nichos mais exigentes nas adequações de produtos e com canais de distribuição diferenciados. «A participação nesses eventos permite que as empresas se exponham internacionalmente, mantenham contatos com potenciais parceiros, conheçam os concorrentes, identifiquem novas tecnologias e técnicas de produção e aprofundem informações sobre o mercado internacional para o produto que desenvolvem», explica José Frederico Álvares, gerente-executivo de Comércio Exterior da CNI. Entre os principais pontos de aproveitamento do evento estão o conhecimento in loco de estratégias internacionais de comércio e marketing, a identificação de novas tecnologias e técnicas de produção, a observação de comportamentos de consumo e o conhecimento de exigências técnicas e certificações para acessar o mercado. A missão à Feira de Hannover é desenvolvida pela CNI através da Rede de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), no âmbito do Programa de Ações Integradas de Promoção Comercial no Exterior. Consultores especializados e técnicos da Rede CIN acompanharão e orientarão as empresas na visita, com o intuito de otimizar sua participação no evento. A CNI está entre os parceiros institucionais da ABDI na execução do PAIIPME e tem como principais intervenções a prestação de assistência técnica local e internacional, o estímulo à formação e à capacitação de profissionais e o apoio na aquisição de bases de dados de comércio exterior. O PAIIPME conta, ainda, com outros 33 projetos e dezenas de outros parceiros, em âmbitos nacionais, estratégicos setoriais e locais.
Assessoria de Comunicação Social ABDI
Bianca Smolarek



0 comments:

Postar um comentário

Resultado da pesquisa